Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 23 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Inflação do aluguel diminui e fica em 0,59% na segunda prévia de março

18 Mar 2011 - 12h18Por Agência Brasil

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado como referência para reajuste em contratos de aluguel, diminuiu na segunda prévia de março e registrou taxa de 0,59%. No mesmo período de fevereiro, a alta foi de 0,88%. Com o resultado, o índice acumula no ano alta de 2,40% e, nos últimos 12 meses, de 10,91%.

De acordo com dados divulgados hoje (18) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), todos os três componentes do IGP-M tiveram decréscimo na segunda leitura do mês.

No caso do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPA), que responde por 60% do IGP-M, a taxa caiu de 1,07% para 0,68%, com a influência principalmente das matérias-primas brutas (de 2,86% para 0,68%). Os produtos que mais contribuíram para o movimento foram a soja (de -0,32% para -5,58%), o minério de ferro (de 5,37% para -0,05%) e o milho (de 8,93% para 1,32%).

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), responsável por 30% da taxa global, passou de 0,54% para 0,45%. Três das sete classes de despesa registraram diminuição nas taxas de variação, com destaque para educação, leitura e recreação (de 1,68% para 0,05%). Nesta classe, a principal diminuição foi observada em cursos formais, que no levantamento anterior havia registrado 1,93% e nesta apuração não apresentou variação.

Também registraram decréscimos despesas diversas (de 1,49% para 0,42%) e transportes (de 1,56% para 0,96%). Em sentido oposto, subiram os preços de vestuário (de -0,45% para 0,76%), alimentação (de -0,07% para 0,19%), saúde e cuidados pessoais (de 0,31% para 0,56%) e habitação (de 0,48% para 0,53%).

Último componente do IGP-M, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) caiu de 0,42% para 0,37% entre as duas leituras. Subiram com menos intensidade os preços de materiais, equipamentos e serviços (de 0,67% para 0,56%). Já o índice que representa o custo da mão de obra repetiu a taxa da última apuração, que foi de 0,17%. O INCC contribui com 10% do índice geral.

Para calcular a segunda prévia do IGP-M de março, foram coletados preços entre os dias 21 de fevereiro e 10 de março.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VEM CHUVA E FRENTE FRIA DO SUL
Frente fria vinda do sul do país promete chuva e alívio no calorão de MS
BONITO - MS - EMPOSSADO
No gabinete, Odilson dá posse ao novo diretor de Cadastro e Tributação em Bonito (MS)
MORTE DURANTE ASSALTO
Jovem é morta na frente das filhas durante assalto
GERAL
Mães que não fazem pré-natal podem ser denunciadas
BONITO - MS
Certificado inclui Bonito no Mapa do Turismo Brasileiro
PESQUISA 2º TURNO - GOVERNADOR
Reinaldo tem 54% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira 22 de outubro
EMPREGOS
MS tem mais de 2 mil vagas em concursos e salários de até R$ 11 mil
CIDADES
Discussão por xenofobia termina com baiano esfaqueado em MS
CINEMA
Com crítica política, animação brasileira é destaque em festival
GERAL
Para presidente da CBL, falta de leitura favorece notícias falsas