Menu
ITALÍNEA DOURADOS
domingo, 19 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Indústria química internacional vai investir R$ 200 milhões em MS

19 Ago 2011 - 07h17Por Correio do Estado

A Eka Chemicals vai instalar em Três Lagoas uma unidade de fabricação de produtos químicos para branqueamento de celulose. Em uma primeira fase, a empresa atenderá principalmente a nova indústria de celulose Eldorado, que está em construção, mas outras empresas também vão ser atendidas com a produção. A instalação da unidade foi garantida pelos incentivos do Governo e município.

Em audiência ontem (18) com o governador André Puccinelli, o presidente da Eka Chemicals no Brasil, Antonio Carlos Francisco, disse que o negócio envolve investimentos de cerca de R$ 200 milhões, com previsão de geração de 400 empregos na construção, além de 250 postos de trabalho diretos ou indiretos na operação da fábrica.

A empresa vai produzir o clorato de sódio – matéria prima para o dióxido de cloro – e fazer o manuseio (diluir, concentrar, transformar) de todos os químicos que uma indústria de celulose necessita para o branqueamento da matéria prima.

A planta fabril vai ser instalada dentro da indústria de celulose Eldorado, que está em construção em Três Lagoas, e que será a principal consumidora, absorvendo inicialmente 50% do que a Eka Chemicals produzir. A outra metade da produção vai ser destinada a outras empresas do mercado interno – como outra grande indústria já em funcionamento em Três Lagoas ou até mesmo indústrias do estado vizinho de São Paulo.

“Os incentivos do governo e da Prefeitura foram fundamentais porque viabilizam a instalação desse projeto em Três Lagoas dentro da fábrica da Eldorado. O governador se mostrou bastante conhecedor das necessidades da nossa indústria e do potencial que esse tipo de projeto pode trazer para a comunidade e para o Estado”, afirmou o executivo Antonio Carlos Francisco, que na reunião esteve acompanhado do diretor Financeiro, Rogério Menezes; da vice-governadora Simone Tebet; da secretária de Produção, Tereza Cristina Dias; e do deputado estadual Eduardo Rocha.
Investimentos e empregos.

O presidente da empresa destacou que o negócio é uma “fábrica de capital intensivo”, o que significa que além dos € 90 milhões (em torno de R$ 200 milhões) para implantação, o investimento se renova ao longo da produção, em termos de tecnologia, novos equipamentos, novos instrumentos.

O novo projeto consiste em duas fases. A primeira é a de implantação, prevista para se consolidar até outubro de 2012. Nessa etapa, a construção deve empregar em torno de 400 a 500 trabalhadores. “Depois, iniciaremos a operação de fato, com 50 a 60 funcionários efetivos dentro da fábrica, e 200 indiretos, na cadeia de produção”, revelou Francisco.

A grande maioria dos empregados que trabalharão na área operacional é originária da própria região, já está contratada e sendo capacitada em unidades do grupo empresarial no interior de São Paulo e na Bahia.

Sobre a empresa

A Eka Chemicals é uma empresa subsidiária da Akzo Nobel Chemicals Internacional, que por sua vez pertence ao grupo Akzo Nobel. A Eka Chemicals é líder mundial em substâncias químicas destinadas à indústria de papel e celulose, oferecendo serviços e produtos químicos para branqueamento de celulose.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADES NO MS
Governo de MS tem quatro concursos com 2,3 mil cargos ainda em 2018
NOVA FRENTE FRIA - VEJA A PREVISÃO
Nova frente fria chega a Mato Grosso do Sul e mínima será de 6ºC
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governador afirma que pavimentação asfáltica da MS-223 começa nos próximos dias em Costa Rica
INELEGÍVEL
Procuradoria pede impugnação de candidatura do Zeca do PT
BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POLÍTICA
Parecer do TRE-MS dá aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo
BONITO - MS - AÇÕES NO ÁGUAS DO MIRANDA
BONITO (MS): Obras realiza serviços de revitalização no distrito Águas do Miranda
BONITO - MS
Almoço beneficente em prol do Instituto Visão de Vida acontecerá neste sábado em Bonito
CASO MAYARA
Acusado de matar a musicista Mayara Amaral diz que estava 'possuído'