Menu
KAGIVA
segunda, 22 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Importação de carros sem fábrica no Brasil aumentou 87,3%

9 Abr 2011 - 15h21Por Boni Miranda - Bonito Informa - informações Folha.com

A importação de carros de marcas que não têm fábrica no Brasil cresceu 87,3% no primeiro trimestre se comparada a igual período do ano passado, atingindo 35.430 unidades, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pela Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores).

Essa quantidade representa 19,5% do total de veículos importados nesse período no país. O restante foi trazido pelas montadoras com fábrica no Brasil.

Considerando apenas março (13.989 unidades), houve alta de 17,6% em relação ao desempenho de fevereiro e de 62,3% no confronto com o mesmo mês em 2010.

"Vários motivos contribuíram com esse cenário, a começar pelo início de operação de novas empresas importadoras, a participação expressiva de veículos importados "de entrada" e o avanço significativo dos automóveis importados do segmento B e de utilitários esportivos", analisa José Luiz Gandini, presidente da Abeiva.

Entre as marcas associadas da Abeiva estão Aston Martin, Audi, BMW, Chery, Chrysler, Dodge, Ferrari, JAC Motors, Jaguar, Kia Motors, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Porsche, Suzuki e Volvo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VEM CHUVA E FRENTE FRIA DO SUL
Frente fria vinda do sul do país promete chuva e alívio no calorão de MS
BONITO - MS - EMPOSSADO
No gabinete, Odilson dá posse ao novo diretor de Cadastro e Tributação em Bonito (MS)
MORTE DURANTE ASSALTO
Jovem é morta na frente das filhas durante assalto
GERAL
Mães que não fazem pré-natal podem ser denunciadas
BONITO - MS
Certificado inclui Bonito no Mapa do Turismo Brasileiro
PESQUISA 2º TURNO - GOVERNADOR
Reinaldo tem 54% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira 22 de outubro
EMPREGOS
MS tem mais de 2 mil vagas em concursos e salários de até R$ 11 mil
CIDADES
Discussão por xenofobia termina com baiano esfaqueado em MS
CINEMA
Com crítica política, animação brasileira é destaque em festival
GERAL
Para presidente da CBL, falta de leitura favorece notícias falsas