Menu
KAGIVA
domingo, 24 de junho de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Imperador do Japão diz estar "profundamente preocupado" com Fukushima

16 Mar 2011 - 15h13Por Zero Hora

Em raro pronunciamento na televisão, o imperador do Japão, Akihito, se declarou "profundamente preocupado" pela natureza "imprevisível" da situação na central nuclear de Fukushima e afirmou que reza pela segurança dos compatriotas.

Em catástrofes anteriores, o imperador, que se dirige à população apenas em momentos de crise, e a esposa Michiko visitaram os locais afetados. No entanto, é a primeira vez, em uma situação como esta, que ele aparece na TV para se pronunciar. Akihito é o chefe de Estado do Japão, mas seu papel é honorífico e não tem nenhuma função pública.

A manifestação do imperador é uma clara demonstração da preocupação das autoridades japonesas com a incerteza que ronda o desenvolvimento da situação da usina de Fukushima 1.

Cinco dias depois do terremoto e do tsunami que devastaram o nordeste do Japão, ele reconheceu que "o número de mortos aumenta dia a dia" e admitiu desconhecer o número de vítimas da catástrofe.

Rezo pela segurança do maior número possível de pessoas — disse.

Akihito lamentou a situação "imprevisível" na central nuclear de Fukushima 1, que registrou várias explosões depois da catástrofe natural.

Espero sinceramente que possamos impedir que a situação piore graças aos esforços de todos os que participam nas tarefas de socorro — declarou.

Akihito se solidarizou com a população, obrigada a abandonar suas casas "em condições extremamente difíceis de frio, de falta de água e de combustível".

Rezo para que os trabalhos dos socorristas progridam rapidamente e que a vida das pessoas melhore, mesmo que seja apenas um pouco, para dar esperanças para iniciar a reconstrução — acrescentou.

Na sexta-feira da semana passada, a costa nordeste do Japão sofreu um forte terremoto de 9 graus de magnitude, que foi seguido por um devastador tsunami. Segundo os últimos dados oficiais, as catástrofes provocaram a morte de 3.676 pessoas e deixaram 7.558 desaparecidos, mas as autoridades calculam que o balanço final deve superar 10 mil vítimas fatais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEILÃO DO GOVERNO DO MS
Governo leiloa 43 lotes de veículos e sucatas nesta terça-feira, confira o edital
CAMPO GRANDE E JARDIM
Uems abre concurso para professores efetivos em Campo Grande e Jardim
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Padrasto acerta murro na boca de criança ao tentar agredir esposa
BONITO - MS - CASO DE POLÍCIA
Polícia Militar prende jovem por uso de drogas em vias publicas próximo a escola em Bonito (MS)
SUCURI NA RODA - VÍDEO
VÍDEO: bombeiros retiram roda de carro para fazer ‘resgate’ de sucuri de 2 metros
BONITO - MS - FOTOS
Veja as FOTOS da palestra de Augusto Cury na Câmara em Bonito (MS)
MERCADO DE TRABALHO
Programa inédito da GOL para trainees recruta formados em qualquer curso
UNIPAR - EAD - DOURADOS - CONVÊNIO FECHADO
Unipar EAD fecha convênio com Grupo Abevê garantem até 25% de desconto nas mensalidades em Dourados
JUSTIÇA
OAB anuncia novo recurso contra cobrança de bagagem em aviões
GERAL
Nova portaria regulamenta expediente de servidores em jogos do Brasil