Menu
mutantes
segunda, 18 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Ibama de MS apreende orquídeas nativas enviadas em caixa dos Correios

8 Jul 2011 - 10h04Por Campo Grande News

Fiscais da Divisão de Proteção Ambiental do Ibama em Mato Grosso do Sul apreenderam 13 espécies de orquídea e uma bromélia que estavam sendo enviadas ilegalmente numa caixa através dos Correios, de Caracol, no sul do Estado, para Alfenas, em Minas Gerais. 

As orquídeas e a bromélia foram retiradas ilegalmente da natureza e estavam sendo enviadas sem o DOF (Documento de Origem Florestal), de porte obrigatório para o transporte de todo e qualquer produto de origem florestal. A fiscalização vai multar o destinatário do produto porque o remetente não foi identificado. A multa é de R$ 300 por cada exemplar, o que totaliza R$ 4,2 mil.

De acordo com a analista ambiental do Ibama em Mato Grosso do Sul, Joanice Battilani, que fez o laudo da apreensão, são sete as espécies identificadas no lote, e todas são matrizes originárias de Mato Grosso do Sul.

O Brasil tem 3,5 mil espécies de orquídeas identificadas. Todas essas espécies estão listadas no Anexo II da CITIES (Convenção Internacional das Espécies Ameaçadas de Extinção da Flora e Fauna),da qual o Brasil é signatário.

Esta é a quarta apreensão realizada pelo Ibama em Mato Grosso do Sul nos últimos dois meses, todas feitas através de remessas via Correios. Assim que chegam à unidade central dos Correios em Campo Grande, o escritório local aciona o Ibama para efetuar a apreensão das plantas.

As quatro apreensões totalizam 56 mudas de orquídeas de 23 espécies, principalmente as do gênero Catteya, como a C. walkiriana e a C. nobilior, de ocorrência natural no cerrado. As multas das quatro apreensões somam R$ 16,8 mil.

Todas as orquídeas apreendidas estão sob a guarda e fiança da Divisão de Proteção Ambiental do Ibama em Campo Grande que deverá doá-las à Universidade Federal assim que forem concluídos os processos pelos crimes ambientais.

Orquidário - Esta semana analistas ambientais do Ibama também vistoriaram o orquidário Gnomo em Campo Grande. Este é o único orquidário autorizado pelo Ibama em Mato Grosso do Sul a exportar orquídeas cultivadas. O viveiro possui 70 mil mudas em produção e reproduz sete espécies ameaçadas de extinção.

Para os analistas do Ibama, o trabalho autorizado e dentro da legalidade contribui para diminuir a pressão sobre a flora nativa e diminui os riscos de biopirataria e envio ilegal de material genético de plantas e animais brasileiros para o exterior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SURTO DE DENGUE NO MS
Primeira morte por dengue é confirmada em cidade do MS
VOLTA ÀS AULAS NO MS
230 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino retornam às aulas nesta segunda-feira
VOCÊ É DE ACORDO?
Vereador veterinário Francisco quer microchipar cães e gatos em Campo Grande
BONITO - MS - OS CAMPEÕES
Bonito (MS): Sob forte calor, Mountain Bike e Duathlon fecham o Bonito Cross, Confira os ganhadores
CARNAVAL NO RIO DE JANEIRO
Descalça, sob chuva e com beijo, Ellen Rocche ensaia em SP, VEJA FOTOS
MINIBOLT - VEJA VÍDEO
MiniBolt, menino de 7 anos está chocando o mundo com sua velocidade espantosa, VÍDEO
DOURADOS - COLISÃO MATOU OS DOIS
Em Dourados, VÍDEO mostra colisão frontal entre motos que matou dois, assista
BONITO - MS - NOVO HORÁRIO
Com o fim do horário de verão Balneário tem novo horário de funcionamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - REIVINDICAÇÃO
Meio Ambiente pede mais 10 policiais e 3 viaturas para PMA em Bonito (MS)
MARACAJU - SEGURANÇA
Em Maracaju, Operação Petra cumpre 18 mandados de busca e apreensão e prende três pessoas