Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 23 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Hacker que desviou dinheiro do Sesi veio torrar parte da grana em Bonito

9 Set 2011 - 08h32Por Eliane Souza / Midiamax

Mário Dias Neto, 30 anos, é o rapaz que fez uma transferência bancária de parte de um dinheiro depositado na conta do Serviço Social da Indústria (Sesi) direto para sua conta bancária particular. O valor de R$ 360 mil foi todo gasto em um mês, com a compra de carro de luxo, bons restaurantes, viagens aéreas, roupas de grife, mini computador e uma moto valiosa, entre outros mimos dignos de quem pertence à alta sociedade.

O dinheiro serviu para o rapaz, que é acadêmico de uma universidade particular em curso na área de informática, ostentar uma vida possível só do imaginário de muita gente.

Segundo o que a reportagem apurou, Mário trabalha no setor de informática do Sesi e teria avisado por várias vezes de que o sistema da entidade seria falho. Depois de muita insistência teria acontecido um desentendimento e o rapaz foi demitido. Para “provar” o que havia detectado, o agora hacker testou a transferência para sua conta. E deu certo.

Depois que o dinheiro foi para sua conta particular, Mário Dias começou a gastar o dinheiro em Campo Grande, Bonito e no Estado do Paraná, para onde viajou para assistir partidas de futebol de seu time do coração.

Em Bonito o rapaz se hospedou em hotel de luxo e comprou os passeios mais caros. Em Campo Grande, comprou roupas de grife, um veículo modelo Gol, que custa aproximadamente R$ 30 mil, freqüentou os mais caros bares, restaurantes e boates, comprou mini computador, uma moto no valor de R$ 90 mil, e ainda um BMW Mini Cooper, que custa aproximadamente R$ 140 mil. O detalhe é que o rapaz andava com dinheiro em espécie e sempre pagava tudo à vista, sem pechinchar.

Outro capricho realizado pelo rapaz, que tinha anteriormente um salário bruto de R$ 2 mil, foi comprar passagens aéreas para Curitiba para assistir partidas de futebol.

Na tarde desta quinta-feira (8), Mário foi levado até o Instituto de Criminalística para auxiliar os peritos e demonstrar como fez a transação bancária, de sua casa, acessando o computador do Sesi.

O período de prisão temporária de Mário (cinco dias) vence no próximo domingo (11). Na tarde desta quinta-feira, o advogado Rodrigo Nogueira esteve na sede da Garras (Delegacia Especializada Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) e acompanhou algumas diligências e não quis fazer muitos comentários sobre o caso do hacker porque, legalmente, não foi constituído como advogado de Mário. “Eu sei que ele está colaborando bastante com a polícia, passando informações de como fez as coisas. Estou aqui apenas acompanhando o caso dele”, disse.

A transação

Na conta para pagamento de credores do Sesi havia um montante em dinheiro para quitar compromissos. Segundo o que foi apurado até agora, com base nos relatos de Mário Dias, ele transferiu apenas parte do dinheiro, que seria para compra de veículos em uma revendedora da Capital, para sua conta, que é de outra bandeira bancária. Ao que tudo indica, ele sabia que a vida de milionário poderia não dar certo, pois entrou com pedido de seguro desemprego assim que foi demitido.

Polícia

O delegado Titular do Garras, Roberval Mauricio, não quis dar qualquer informação sobre o caso, mas adiantou que possivelmente nesta sexta-feira (9) aconteça uma coletiva à imprensa para informar todos os detalhes da operação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VEM CHUVA E FRENTE FRIA DO SUL
Frente fria vinda do sul do país promete chuva e alívio no calorão de MS
BONITO - MS - EMPOSSADO
No gabinete, Odilson dá posse ao novo diretor de Cadastro e Tributação em Bonito (MS)
MORTE DURANTE ASSALTO
Jovem é morta na frente das filhas durante assalto
GERAL
Mães que não fazem pré-natal podem ser denunciadas
BONITO - MS
Certificado inclui Bonito no Mapa do Turismo Brasileiro
PESQUISA 2º TURNO - GOVERNADOR
Reinaldo tem 54% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira 22 de outubro
EMPREGOS
MS tem mais de 2 mil vagas em concursos e salários de até R$ 11 mil
CIDADES
Discussão por xenofobia termina com baiano esfaqueado em MS
CINEMA
Com crítica política, animação brasileira é destaque em festival
GERAL
Para presidente da CBL, falta de leitura favorece notícias falsas