Menu
mutantes
tera, 19 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Grupo japonês constrói hospital-spa com 200 leitos em Guia Lopes

19 Abr 2011 - 17h22Por Campo Grande News

Grupo de médicos japoneses vai construir em Guia Lopes da Laguna, distante 227 quilômetros de Campo Grande, um hospital-spa com 200 leitos. A pedra fundamental será lançada no próximo dia 29 e a previsão é de R$ 50 milhões em investimentos e dois mil empregos.

O arquiteto Celso Costa, responsável pelo projeto, explica que serão 200 leitos, sendo a maioria -60%, para o SUS (Sistema Único de Saúde) e o restante dividido entre convênios e particulares.

Segundo o arquiteto, os quartos para convênios serão com dois leitos e os para particulares serão “apartamentos de última geração para quem tem condições para ir para lá”, disse referindo-se que estes são para milionários.

Além da medicina convencional, o nosocômio irá atuar também com a oriental. “Acupunturas, massagens, fitoterápicos”, cita Celso Costa. Haverá também o spa. “A pessoa precisa fazer o chek-up e vai ficar lá para aproveitar e fazer turismo”.

O atendimento será em pelo menos 35 especialidades, incluindo cirurgia plástica. “Vai servir também para atender a demanda daquela região. Acabar com o sofrimento de ter que vir para Campo Grande”.

O hospital será equipado com aparelhos de última geração de diagnóstico por imagem. “Vai ter toda a parte de diagnóstico por imagem. Todos os aparelhos. Também terá laboratório completo”, declarou o arquiteto.

A previsão é que trabalhem no hospital duas mil pessoas, entre médicos, técnicos e setor administrativo. Alguns médicos virão do Japão e outros serão contratados aqui em Mato Grosso do Sul. “A estrutura é uma forma de atrair médicos para a região”.

Celso Costa explica que a intenção é que o nosocômio funcione como uma escola, “mas para pós-graduados”. “Também será para capacitar pessoas para área médica e do turismo”

O investimento inicial é de R$ 25 milhões na parte física e “o mesmo tanto em equipamentos”.

Para contemplar no local tudo que há de mais moderno na medicina, “há pessoas fazendo pesquisa na Alemanha, Japão e Polinésia”, conta Celso Costa.

A área para o hospital é de 75 hectares, fica às margens do rio Miranda e foi doada pela prefeitura. Este é o único investimento público. Todo o restante é do grupo de médicos japoneses.

O paisagismo contará com árvores nativas. “A base é de grama com todas as árvores da região. Ipês amarelos, ipês roxo. Há no nosso grupo ambientalistas e biólogos fazendo esse levantamento”, explicou.

O arquiteto revela ainda que a construção do hospital-spa já foi divulgada em pelo menos 150 países. No local haverá ainda creches e casas.

O projeto ainda precisa ser aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e prefeitura do município. “Vamos passar como um trator por cima disso. Estamos fazendo acima, além do que eles pensam”, falou o arquiteto.

A ideia-Celso Costa explica que a ideia de construir um nosocômio na região surgiu de um grupo de japoneses que estuda ambientalismo e questões energéticas. Eles avaliariam que há muita energia positiva no local. A previsão é que o hospital fique pronto em dois a três anos.

O arquiteto é o responsável pelo projeto de 70 hospitais, incluindo a Santa Casa de Campo Grande e o Hospital Regional e também em outros países.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - HORÁRIOS E LOCAIS
Confira os locais e horários das provas do Concurso Público em Bonito (MS)
TEMPO E TEMPERATURA
Terça-feira será de sol na maior parte do Estado, mas chuva pode vir à tarde
SAÚDE
Combate a hanseníase: Carreta da Saúde segue por MS e estaciona em Jardim
GERAL
Em MS, 54 mil trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar o PIS a partir de quinta-feira
POLÍCIA
PM cumpre dois mandados de prisão e recaptura um evadido do Sistema Prisional em Guia Lopes
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 35 pacotes de cigarros contrabandeados em Nioaque
BONITO - MS - SAÚDE
Projeto Roda-Hans/Carreta da Saúde atende amanhã em Bonito
GERAL
Municípios interessados em sediar eventos da Fundesporte devem apresentar propostas até 1º de março
DEFESA SANITÁRIA
Em MS, médicos veterinários cadastrados para coleta de mormo recebem capacitação
ESPORTES
FCMS e Fundesporte abrem inscrições para o primeiro curso de Arbitragem em Canoagem do MS