Menu
mutantes
sexta, 22 de maro de 2019
ASSOMASUL MARÇO
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Governo vetará pelo menos dois pontos polêmicos do Código Florestal

28 Abr 2011 - 16h13Por Estadão.com

O ex-ministro do Meio Ambiente e atual secretário do Meio Ambiente do Rio, Carlos Minc, disse que obteve garantias da atual ministra, Izabella Teixeira, de que o Governo Federal vai vetar pelo menos dois pontos polêmicos do relatório que propõe mudanças no Código Florestal. A uma semana da votação do texto na Câmara, cerca de 100 manifestantes protestaram contra a reforma na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), cobrindo a escadaria com frutas e verduras.

Segundo Minc, um dos idealizadores da manifestação, a ministra garantiu que a presidente Dilma Rousseff vai cumprir os compromissos firmados no segundo turno das eleições, quando prometeu vetar a anistia aos desmatadores ilegais e a redução das Áreas de Proteção Permanente. "Ela (Izabella) disse que, apesar de todas as discussões dentro do governo, a presidente Dilma está firme na manutenção do seu compromisso", afirmou.

Minc contou que esteve reunido nesta quinta-feira, 28, no Rio, com a ministra Izabella, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, o governador do Rio, Sérgio Cabral, e o prefeito Eduardo Paes, para debater a Rio+20, conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável, marcada para o ano que vem. "Como o Rio vai sediar esta, que será a maior de todas as conferências da ONU, 'afrouxando' a proteção de seus biomas?".

Último formulador vivo do atual Código Florestal - datado de 1965 -, o engenheiro agrônomo Alceo Magnanini disse que Governo deveria se preocupar com o cumprimento do Código, e não em modificá-lo. Magnanini criticou a ausência de técnicos na formulação do texto, dizendo que "a comissão é formada tipicamente por pessoas do agronegócio, sem preocupação alguma com o meio ambiente".

Deixe seu Comentário

Leia Também

RAIOS NO MS
Raio atinge fazenda e mata 21 cabeças de gado na região do Bolsão em MS
ALERTA
Mesmo sem chuva, nível no Rio Miranda sobe e alerta é mantido
BONITO - MS - NA TRIBUNA
CORPO DE BOMBEIROS: Vereadora solicita ao Governo do estado o inicio da construção
CONTA DE LUZ
Conta de luz pode ter aumento de 15% a partir de abril em MS
POLÍCIA
Brasileira estuprada por policiais em prisão da Bolívia é colocada em liberdade
POLÍTICA
Filhos e vítimas de violência doméstica podem ter prioridade na matrícula escolar
POLÍTICA
Em MS, deputados petistas destacam possibilidade de defesa para Temer após prisão
EMPREGOS E CONCURSOS
Marinha abre concurso com 54 vagas e salários de até R$ 11 mil
BONITO - MS
Imasul inicia plano para explorar turismo no entorno da Gruta do Lago Azul em Bonito
ESPORTES
Representantes do MS brilham em seletivas de Jiu-Jitsu e Judô