Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
quarta, 20 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Governo tenta negociar acordo para volta de pousos e decolagens em Murtinho

19 Jul 2011 - 07h18Por Campo Grande News/assessoria

A governadora em exercício Simone Tebet esteve hoje com o comandante do Comando Militar do Oeste, general João Francisco Ferreira, para tratar da reativação do aeródromo de Porto Murtinho.

Hoje a operação está suspensa por conta de indefinição sobre a ampliação da pista. Existe restrição ao funcionamento por falta de segurança dos voos

O governo negocia acordo entre o Exército e a Prefeitura, para permuta de áreas.

A ideia é que terreno vizinho ao aeroporto, atualmente estande de tiro do CMO, seja passado à Prefeitura e incorporado ao complexo aeroportuário.

Em troca, outro terreno seria repassado pelo Município aos militares.

Há disputa pela área onde o ponto de treinamento do CMO fica. São 10,84 hectares, com sobreposição de matrículas.

Segundo Simone,no interior "este é hoje um dos estão praticamente mais completos, inclusive com balizamento noturno. É uma obra de R$ 14 milhões que foi executada em parceria de recursos entre o governo federal com contrapartida do Estado, que foi inaugurado há cerca de um ano”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Operário visita o Sete para encostar no líder
CIDADES
Pelo 11° dia, pescadores mantém bloqueio no Rio Paraguai e veem para audiência
GERAL
Fundação de Cultura reconhece mais dívidas em contratos de 2018 com artistas
BONITO - MS
Prefeitura contrata empresa para asfaltar a Vila Machado
TEMPO E TEMPERATURA
Tempo encoberto permanece nesta quarta-feira; sol e chuva se revezam em MS
GERAL
Justiça confirma proibição da venda de agrotóxicos no Mercado Livre
SEM DEFESA
Advogada ameaça suicídio e júri é suspenso com réu sem defesa em MS
SUPERLUA
Maior superlua em 2019: o fenômeno astronômico que ocorre nesta terça-feira
AGRICULTURA
Em MS, Iagro e SES enfrentam venda e uso irregular de agrotóxicos na agricultura
MÚSICA
João Carlos Martins passa por cirurgia para tratar dor e tem movimento da mão reduzido