Menu
KAGIVA
quinta, 16 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Governo não vai prorrogar restos a pagar, diz Ideli a deputados

28 Jun 2011 - 17h47Por Folha.com

Após participar de encontro com a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais), deputados do PT confirmaram nesta terça-feira que os restos a pagar de emendas parlamentares de anos anteriores não serão prorrogadas. O prazo para que elas fossem usadas vencem dia 30 deste mês e congressistas de todos os partidos reivindicavam que o governo estendesse essa data para 31 de dezembro.

Segundo participantes do encontro, Ideli informou que a própria presidente Dilma Rousseff e o ministro Guido Mantega são contra a prorrogação.

A atitude do governo pode gerar problemas em votações importantes na Câmara. Na semana que vem, por exemplo, o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), prometeu colocar em pauta a emenda 29, que regulamenta o dinheiro a ser investido na saúde. O governo é contra a votação do texto. Deputados da base aliada, no entanto, podem usar o assunto para algum tipo de retaliação pelas emendas.

O argumento de líderes é que o dinheiro das emendas é necessário para a realização de obras, principalmente em municípios menores.

Na reunião desta terça-feira, a primeira com a bancada do PT, Ideli falou ainda sobre a dificuldade para os governadores na aprovação da PEC 300, que cria um piso nacional para os policiais.

Falou também sobre a importância que o partido tem para o governo, sem tocar em problemas internos entre os deputados petistas. Participantes do encontro dizem que a manifestação de união veio dos próprios deputados.

Sobre a votação do RDC (Regime Diferenciado de Contratações), que muda as regras de licitações da Copa de 2014 e da Olimpíada de 2016 e que deve acontecer ainda hoje na Câmara, a ministra confirmou aos deputados que deverão ser feitos ajustes de redação. Os ajustes têm o objetivo de deixar "mais nítidas" duas garantias: o acesso permanente dos tribunais de contas às planilhas e a imediata divulgação dos orçamentos tão logo feitos os lances.

Na semana retrasada, pouco antes de votar a MP na Câmara, o governo alterou o seu texto, dificultando a fiscalização dos orçamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - BALNEÁRIO MUNICIPAL
Balneário Municipal ficará fechado durante 5 dias este mês de agosto em Bonito (MS)
MAIS UMA FATALIDADE NO RODEIO
Peão que competiu em Barretos morre após cavalo cair em cima dele em cidade do MS
PROCESSO SELETIVO NO MS
Prefeitura abre inscrições para processo seletivo em cidade do MS
BONITO - MS - CURSOS PROFISSIONALIZANTES
Prefeitura concede espaço e SENAI realizará cursos profissionalizantes em Bonito
DOURADOS - MAIS VIOLÊNCIA
Padre é trancado no quarto, espancado e tem pertences levados em Dourados
POLÍTICA
Julgamento de Zeca do PT sobre farra da publicidade é marcado para o dia 4
AÇÃO CIVIL
Estado é acusado de discriminar mulheres em concurso da Polícia Militar
DE MS
Morre de causas naturais maior contrabandista do país preso em 2011
ECONOMIA
Nascidos em agosto já podem sacar abono salarial do PIS/Pasep
INTERNACIONAL
Morre aos 76 anos Aretha Franklin, a 'rainha do soul'