Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 20 de junho de 2018
KAGIVA
Busca

Governo estadual diz que MS já atingiu 71,01% de cobertura vacinal contra gripe

19 Mai 2011 - 16h30Por Governo do Estado

Em Mato Grosso do Sul, a campanha de vacinação contra a gripe continua para os municípios que não atingiram suas metas de cobertura vacinal. De acordo com o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização até hoje de manhã (19), foram vacinadas no Estado, um total de 299.602 pessoas. A meta da Secretaria Estadual de Saúde (SES) é imunizar 421.902 pessoas, o que corresponde à cobertura vacinal de 71,01%. 

Os números parciais no Brasil até agora é de 68.11% de cobertura sendo 20.384.645 pessoas imunizadas de uma meta total de 29.929.052. Os grupos prioritários são as gestantes; crianças de seis meses a menores de 12 anos; Trabalhadores de saúde; Indígenas e Idosos.

Conforme o último balanço, as gestantes continuam com cobertura vacinal baixa. A orientação da SES é que elas procurem os postos de saúde para vacinar. A cobertura até agora é de 40.66% - sendo 16.376 mulheres imunizadas de uma meta total de 40.276 gestantes. A “gripe suína”, causada pelo vírus influenza A/H1N1, já demonstrou provocar mais complicações e mortes entre as gestantes.

Já o grupo prioritário dos trabalhadores de saúde aparece com maior número de cobertura vacinal – 99,21% - o que representa 28.029 imunizados de uma meta de 28.252 pessoas. No grupo dos indígenas, do total de 68.883 já foram imunizados 45.776 índios perfazendo cobertura de 66.45%. Em relação aos idosos, 165.917 pessoas já receberam a vacina de uma meta de 222.650, numa cobertura de 74.52%.

O apoio do governo do Estado continua com a manutenção das visitas das equipes da saúde e dos cuidados para manter as boas condições dos insumos como as vacinas, seringas e agulhas.

Vacina

A vacina protege contra os três principais vírus que circularam no hemisfério Sul em 2010, entre eles o da influenza A (H1N1). De acordo com o Ministério da Saúde, as únicas contraindicações são para pessoas com alergia severa à proteína do ovo ou a doses anteriores da vacina contra a gripe. Essas pessoas não devem se vacinar. Para pessoas que apresentam doenças agudas febris moderadas ou graves no momento da vacinação, recomenda-se que a vacinação seja adiada até a resolução do quadro. 

Uma doença febril e aguda não representa uma contraindicação, mas é recomendável o adiamento para evitar que as manifestações clínicas da doença sejam, de maneira equivocada, associadas à vacina, como um possível efeito adverso. Na dúvida, um médico deve ser consultado.

Outra forma de prevenir a gripe é manter hábitos simples de higiene, como lavar as mãos com frequência, cobrir nariz e boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar e não compartilhar alimentos e objetos de uso pessoal se estiver com sintomas de gripe – febre, tosse, coriza, dor de cabeça e dor no corpo (músculos e articulações).

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOLPE
Estelionatário é preso por aplicar golpes em pelo menos quatro cidades de MS
ESTADO
Julho tem mais um curso da Resenha Virtual de Equídeos de MS
EDUCAÇÃO
Editora Uems receberá obras para publicação a partir de segunda-feira
CIDADES
Ex-diretor da Agepen, Ailton Stroppa, morre em São Paulo aos 62 anos
BONITO - MS - PRAÇA ILUMINADA
Prefeitura licita iluminação da Praça da Liberdade e do CMU em Bonito (MS)
BONITO - MS
Governador e ministro lançam Currículo de Mato Grosso do Sul
EMPREGOS NO ESTADO
Instituto Federal abre 1.140 vagas em cursos gratuitos em 13 municípios
OPORTUNIDADES
Governo de MS autoriza concurso público para Fiscal de Obras
CIDADES
PM envolvido em contrabando recebeu cheque de presidente do TRE
VÍDEO - COLISÃO EM ORELHÃO
VÍDEO: Câmeras flagram momento em que motociclista colide contra orelhão e morre na Capital