Menu
BANNER GOV
domingo, 21 de julho de 2019
BONITO CÂMARA JULHO 2019
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO

Governo do Estado poderá instituir Tarifa Social Mínima

14 Jul 2011 - 08h31Por Correio do Estado

O governo do Estado poderá instituir a Tarifa Social Mínima Especial para pagamento dos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário e fornecimento de energia elétrica utilizados por entidades filantrópicas em Mato Grosso do Sul. É o que determina o projeto de lei apresentado pelo deputado Laerte Tetila (PT).

A tarifa social não cobrirá o consumo mensal que ultrapasse o limite de 200 m³ de água e 700 kw de energia elétrica. A base de cálculo, estipulada por meio do projeto, será a média do consumo de água e energia elétrica, em metros cúbicos e kilowatt, apurada na medição dos seis meses anteriores à data do pedido.

Conforme Tetila, a Tarifa Social Mínima Especial de Água, Esgoto e Energia Elétrica consistirá na aplicação de 50% do valor da tarifa normal, cobrado pelas empresas prestadoras dos serviços: Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) e Enersul (Empresa de Energia Elétrica de MS).

O benefício da tarifa social será concedido às entidades filantrópicas que notoriamente prestam serviços ou realizam atividades de atendimento educacional e sócio educativo complementar à criança e ao adolescente.

Para ser beneficiada com a tarifa, a entidade filantrópica deverá cumprir rigorosamente as exigências da legislação e regulamentação dos serviços de abastecimento de água, esgoto e energia elétrica.

De acordo com a proposta, qualquer consumo excedente à medição mensal de 200 m³ de água e 700 kw de energia elétrica será enquadrado, tarifado, lançado e cobrado na respectiva conta mensal pelos preços vigentes na Tabela Normal.

Caso a entidade beneficiada exceda o limite de enquadramento por mais de seis meses consecutivos ou deixe de se enquadrar nas exigências da norma, perderá automaticamente o benefício e o serviço será imediatamente tarifado na Tabela Normal, na totalidade do consumo lançado.

As despesas e o impacto financeiro decorrentes do cumprimento do projeto, caso seja transformado em lei, correrão por conta dos reajustes tarifários autorizados pelo governo do Estado; por meio de decreto; e da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Deixe seu Comentário

Leia Também

UNIGRAN DOURADOS - PROCESSO SELETIVO
UNIGRAN: Biomedicina, Enfermagem e Odontologia abrem processo seletivo para contratação de professor
ELEIÇÕES 2020 - JÁ COMEÇOU
Eleições 2020: 'Não tem como eu subir no mesmo palanque que Marquinhos', diz Rose Modesto
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Para Reinaldo Azambuja, ponte no Rio Paraguai coloca Porto Murtinho no centro da Rota Bioceânica
BONITO - MS - EVENTOS - INGRESSOS
Estação Caxara: Show de Lucca e Mateus em Bonito
EM 6 CIDADES DO MS
Com salário de até R$ 6,2 mil, IFMS abre seleção para contratar professores em 7 cidades do MS
EM CIDADE DO MS
Anta com mais de 170kg é resgatada após cair em estação de tratamento de esgoto
ITAPORÃ - ASSASSINATO
Acusado de tráfico de drogas é morto a tiros de pistola na porta de casa em Itaporã
BONITO - MS - ASFALTO CHEGANDO
Acabando a poeira, iniciado o asfaltamento e drenagem da Rua 19 de novembro em Bonito (MS)
BONITO - MS - 20º FIB
Confira a programação dos shows dos artistas sul-mato-grossenses no Festival em Bonito (MS)
UNIGRAN DOURADOS - OPORTUNIDADE
UNIGRAN Dourados com vagas para supervisor de estágio em Enfermagem, Veja como fazer