Menu
KAGIVA
domingo, 21 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Governo do Estado apresentou hoje projeto do Aquário do Pantanal

12 Abr 2011 - 16h46Por MS Notícias

O governo do Estado realizou hoje (12), no auditório da Governadoria, uma apresentação técnica do Aquário do Pantanal, destinada aos setores turístico, hoteleiro, comercial, estudantes e sociedade.

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, Ciência e Tecnologia, Carlos Alberto Menezes, o Centro de Pesquisa e Reabilitação da Ictiofauna (Cepric) tem projeções internacionais. “É um projeto de suma importância para o setor turístico de Mato Grosso do Sul. O governo do Estado entendeu que devíamos ter uma obra com dimensões internacionais e que o sul-matro-grossense merece uma obra deste porte. O Aquário do Pantanal servirá de emblema para o desenvolvimento da política de biodiversidade do Estado”, declarou Carlos Menezes.

O projeto já está em fase de execução. “Em breve, o governador André dará a ordem de serviço para início das obras. Esta reunião de hoje é para receber as últimas sugestões dos diversos segmentos da sociedade e mostrar com está o projeto executivo para as entidades de classe”.

Em relação ao prazo de execução, o secretário de Meio Ambiente afirmou que é bem provável que o cronograma de execução consiga ser antecipado e que no prazo de dois anos a dois anos e meio a obra esteja concluída. “É uma obra grandiosa, bonita e cheia de detalhes técnicos. Os turistas que virão a Mato Grosso do Sul ficarão em Campo Grande para conhecer o Aquário, gerando o desenvolvimento e a diversidade da matriz econômica. Campo Grande carece de uma obra para lazer e de atração turística internacional. O Aquário também tem projeções científicas. Servirá de ponto de encontro e referência para o desenvolvimento da política de biodiversidade, e como local em que será depositado o conhecimento científico, teses, projetos e estudos”, destacou Carlos Alberto.

O Aquário, um dos maiores de água doce do mundo, será edificado no Parque das Nações Indígenas. A empresa vencedora da licitação e contratada é a Egelte Engenharia Ltda, que apresentou uma proposta no valor de R$ 84 milhões e o prazo de execução de 900 dias.

Para o representante da Associação Brasileira das Agências de Viagens/MS, Ney Gonçalves, o Aquário vai agregar outros produtos ao setor turístico. “É uma obra que vem agregar outros produtos ao turismo de Mato Grosso do Sul, aumentado a economia local”, afirmou Ney.

O arquiteto responsável pelo projeto, Ruy Ohtake, que realizou a palestra, destaca o Aquário do Pantanal como uma ponte para o conhecimento científico e o desenvolvimento local. “O Aquário será uma ponte para estudos com universidades, trará mais empregos, mais turistas e desenvolvimento no setor hoteleiro. O Aquário deve ser visto de forma regional e nacional, com projeções turísticas e científicas internacionais”, afirmou Ohtake.

Estiveram presentes da apresentação de hoje a vice-governadora Simone Tebet, os deputados estaduais Mara Caseiro, Junior Mochi e Marcio Monteiro, o secretário de Habitação, Carlos Marun, o vice-prefeito Edil Albuquerque, representantes do setor comercial, turístico e hoteleiro, universitários e segmentos da sociedade.

Aquário do Pantanal

Considerado um dos maiores aquários de água doce, com 6 milhões de litros de água, 263 espécies e 7 mil animais, o Aquário do Pantanal será construído com recursos do governo estadual. O local deve entrar em operação no início de 2012 e terá capacidade para receber 20 mil visitantes por dia.

Inicialmente projetado para impulsionar o turismo, o aquário teve seu objetivo ampliado para servir também como centro de pesquisa científica e de educação ambiental.

O espaço irá abrigar um centro de conferências, laboratórios e biblioteca para livros e teses sobre o Pantanal, instalações que foram desenhadas lado a lado com os 25 tanques de peixes, jacarés, sucuris, entre outras espécies.

Além do ambiente interno, que inclui um túnel de 180 graus, o aquário terá cinco tanques externos, que poderão ser percorridos a pé ou em um trajeto aquaviário em barco com fundo de vidro.

O projeto apresenta uma estrutura de 90 metros de comprimento e 18 de altura. O prédio possuirá um amplo saguão, equipado com banheiros, setor de informações, auditório para 250 pessoas, restaurante, lanchonete, biblioteca e bancada de interação, entre outros detalhes.

Escadas rolantes comuns e elevadores próprios para portadores de necessidades especiais levam o visitante aos tanques e a um ambiente especial para as sucuris. Nos ambientes externos, ficarão plantas nativas do Pantanal, jacarés, ariranhas e lontras, entre outros animais.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo de Reinaldo Azambuja interliga por estradas o Pantanal secularmente isolado
IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS