AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 23 de Outubro de 2017
CLINICA_RITH
DELPHOS_FULL
14 de Março de 2011 12h14

Governador apresenta projetos do Estado a pecuaristas em Bonito

Boni Miranda - Notícias MS

Ações e programas para a produção e fomento ao agronegócio, assim como projetos estratégicos do governo do Estado foram assuntos de uma palestra do governador André Puccinelli, na noite de sábado (12) durante o 5º Encontro de Clientes da Casa do Criador, Montana e Merial, na cidade de Bonito.

André foi convidado para falar aos empresários e pecuaristas a importância da pecuária de corte no agronegócio e na oportunidade apresentou os incentivos do executivo estadual no setor. De acordo com dados do Estado, Mato Grosso do Sul conta com 35 milhões de hectares, sendo que 25,3 milhões são de áreas de pastagens já incluído todo Pantanal - 17 milhões de hectares são explorados pela pecuária. “Exportamos no ano passado quase 450 milhões de dólares entre carne in natura e processada. A pecuária representa um importante papel na economia de Mato Grosso do Sul”, justificou Puccinelli.

O governador elencou projetos e programas executados principalmente por meio das secretarias de Produção (Seprotur) e de Desenvolvimento Agrário (Agraer) que têm auxiliado a classe produtora do Estado. Ele reafirmou o empenho do Estado para reconquistar o status de área livre de febre aftosa com vacinação. “Quando assumimos em 2007, reativamos 16 postos fixos, contratamos mais servidores sendo 50 veterinários e compramos 53 veículos para intensificar os trabalhos contra a febre aftosa, problema que vinha desde o ano de 2005”, informou.

Entre as ações que serão executadas estão a criação dos conselhos municipais de Defesa Sanitária e de um programa de financiamento para recuperar pastagens com juros baixos. Um programa que está em execução é o de Novilho Precoce onde o produtor aumenta sua renda e reduz o ICMS. “67% de redução de ICMS para animais que atingem 15 arrobas em até 16 meses; 50% pra aqueles com no máximo dois dentes permanentes e 33% para no máximo quatro dentes permanentes. Quando se tem mais produtividade, há rotação rápida. Ganha o Estado e o produtor”, explicou.

A Nota Fiscal Eletrônica também foi implantada no Estado e de acordo com o governador barateia de R$ 7 por NF para R$ 0,40. A adesão não é obrigatória, a nota em papel continua sendo feita. A Guia Eletrônica (GTA) é outra iniciativa do governo do Estado que permite a emissão da guia por meio de um cartão magnético com um chip com todas as informações referentes à propriedade rural cadastrada em nome do produtor.

Como incremento às atividades da Agraer, Puccinelli informou que aquela Agência foi reequipada com 109 carros, computadores, contratação de 72 servidores de campo, 122 patrulhas mecanizadas, 153 resfriadores de leite e 19 motoniveladoras. “Tudo isso para a extensão rural e assistência técnica. Na agricultura familiar 70 mil famílias foram atendidas. Adquirimos também 68 patrulhas mecanizadas para as aldeias indígenas e distribuímos sementes e insumos para que haja produção”, informou.

Dentro do segmento produtivo, André também lembrou da criação do Plano Estadual de Floresta que deu fim ao licenciamento ambiental para o plantio de florestas e incentivou a expansão da produção e de indústrias siderúrgicas.

O governador apresentou aos participantes um balanço das obras em estradas pavimentadas e não pavimentadas. Com 22 frentes de trabalho e 170 equipamentos rodoviários, o Estado recuperou 11 mil quilômetros de rodovias não pavimentadas e 4100 quilômetros de estradas asfaltadas e ainda 1030 pontes de madeira. “Demos apoio para as prefeituras com 108 maquinas entre motoniveladoras, tratores, esteira, pás carregadeiras e caminhões caçamba”, comentou.

Durante a palestra, o governador apresentou também os projetos estratégicos que estão ou ainda serão executados, como a Ferrovia do Pantanal que começa na fronteira com São Paulo até Porto Murtinho e Ferroeste – que ligará a região produtora de Maracaju/Dourados à Mundo Novo e Porto de Paranaguá; além da pavimentação de rodovias; construção de 1500 linhas de transmissão de energia e do poliduto que é um ramal de exportação de etanol.

“É uma alegria e honra ter o governador no nosso encontro. Vimos que ele tem conhecimento de todas as áreas e têm um papel importante nesse crescimento e valorização do setor”, ressaltou o anfitrião do evento, diretor da Casa do Criador e da Montana, Carlos Dias Miranda. “Com certeza ele tem sido o governador do agronegócio e tem dado segurança ao produtor”, destacou o presidente do Sindicato Rural de Caracol, Antônio Pereira dos Reis.

Comentários
Veja Também
bonito_celular
Últimas Notícias
  
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
DROGÃO_BONITO_300_100
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.