Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 22 de junho de 2018
KAGIVA
Busca
ECONONIA - MATO GROSSO DO SUL

Florestas vão atingir 1,5 milhão de hectares em MS

11 Set 2017 - 07h34Por DA REDAÇÃO

Com um milhão de hectares de florestas plantados e ocupando atualmente o segundo lugar do País em produção, Mato Grosso do Sul deve dobrar esse volume e alcançar 1,5 milhão de hectares em florestas nos próximos 10 anos. Isso representa um aumento de 50% no plantio, no Estado. A projeção foi repassada pela Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas (Reflore-MS), durante o 5º Congresso MS Florestal, realizado na última semana em Campo Grande. 

A estimativa de expansão do maciço florestal está atrelada ao crescimento da indústria da celulose, que abriga na costa leste as fábricas da Fibria e da Eldorado – que teve a aquisição anunciada na última semana pela empresa holandesa Paper Excellence –, porém,  também há gargalos a serem solucionados para destravar o setor, como a logística e a alta tributação. 

“Os desafios do Estado e do Brasil, perante os novos investimentos, são a infraestrutura e  a questão fiscal. É o que mais atrapalha o nosso País, temos a carga tributária bastante pesada, embora a gente tenha a maior produtividade florestal do mundo”, destacou o presidente da Reflore-MS, Moacir Reis. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Terminam hoje inscrições de processo seletivo da UFMS para 48 vagas
TEMPO E TEMPERATURA
Inverno começa seco e quente em Mato Grosso do Sul
OPORTUNIDADES
Senai oferece 1,5 mil vagas em 15 cursos técnicos
CIDADES
IFMS divulga aprovados na graduação e chama para matrícula a partir de sexta
REPERCUSSÃO
Assédio a mulher na Rússia envergonhou Brasil, diz ministro do Esporte
OPORTUNIDADES
Governo de MS autoriza concurso público para Fiscal de Obras
OPORTUNIDADES
Inscrições para concurso da PM e Bombeiros encerram nesta sexta
GRANA EXTRA
PIS/Pasep é liberado para todas as idades
LOTERIA
Mega-Sena, concurso 2.047: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 9,5 milhões
COPA DO MUNDO
Brasil mantém segunda posição em último ranking da Fifa antes da Copa