Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 21 de janeiro de 2019
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC

Filipino de 59,93 centímetros de altura é o homem mais baixo do mundo, diz Guinness

13 Jun 2011 - 11h14Por Jornal do Brasil

Filipino de 59,93 centímetros de altura é o homem mais baixo do mundo, diz Guinness

Um filipino que deixou de crescer aos dois anos de idade e agora com 59,93 centímetros de altura foi declarado oficialmente o homem mais baixo do mundo neste domingo, dia de seu 18º aniversário.

Junrey Balawing é filho de um ferreiro e o mais velho de quatro irmãos, todos de altura normal, menos ele. Ele mora em Sindangan, na ilha de Mindanao (sul das Filipinas).

"É oficialmente o homem mais baixo do mundo’, declarou Craig Glenday, chefe de redação do livro Guinness dos Recordes Mundiais.

Junrey Balawing substitui assim o nepalês Khagendra Thapa Magar, que mede 67,08 cm e foi proclamado o homem mais baixo do mundo em outubro de 2010. 

O pai de Balawing contou que o filho foi um bebê com muitos problemas de saúde e que deixou de crescer aos dois anos de idade, sem que os médicos pudessem determinar as causas da interrupção de seu crescimento..

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVISÃO DO TEMPO NO MS
Preparem o tereré - Semana deve ter chuvas rápidas e calorão de 38°C em MS
OUSADIA
Pabllo Vittar empina bumbum e mostra tatuagem em ponto estratégico, VEJA
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
EM CIDADE DO MS
Temporal de 30 minutos alaga ruas e família fica presa em carro em cidade do MS
ACIDENTE FATAL
Em MS, Cinco pessoas morrem em grave acidente na BR-060
JARDIM E MAIS DUAS CIDADES DO MS
Em Jardim, Uems abre amanhã processo seletivo para professor temporário em duas cidades
BONITO - MS - AÇÃO DA POLÍCIA CIVIL
Polícia Civil prende chefe de um dos restaurantes mais badalados de Bonito (MS)
EM CIDADE DO MS
Estudante de medicina morre após jogar partida de futebol em cidade do MS
BONITO - MS - MARIA DA PENHA
PM é novamente acionada por violência doméstica, essa já é a 3ª em menos de 5 dias em Bonito (MS)
VERÃO - BOMBEIROS ALERTAM
Nos primeiros dias de 2019 bombeiros já registram afogamentos em três cidades do MS