Menu
KAGIVA
tera, 16 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

FGTS eleva recursos da casa própria para R$ 28,4 bilhões

24 Ago 2011 - 13h14Por Revista Veja online

Para atender a demanda por crédito para financiamento da casa própria para a baixa renda, o conselho curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) decidiu elevar nesta terça-feira em 7,4 bilhões de reais os recursos destinados à habitação popular, o que inclui o Programa Minha Casa, Minha Vida. Com isso, o orçamento para a habitação popular saltou de 21 bilhões de reais para 28,4 bilhões de reais.

Normalmente, em agosto, o conselho curador do FGTS costuma fazer uma revisão dos recursos para aplicação da área social. Como a procura por crédito para a compra do imóvel continua aquecida, o conselho resolveu atender o pedido feito pela Caixa Econômica Federal e pelo Ministério das Cidades para ampliar o volume de dinheiro para a habitação popular.

Arrecadação – O Ministério do Trabalho informou, por sua vez, que, no primeiro semestre, a arrecadação bruta do FGTS somou 34,9 bilhões de reais, com aumento de 18% ante o mesmo período de 2010 (29,7 bilhões de reais). A arrecadação líquida registrou um aumento de 21%, atingindo 6,99 bilhões de reais nos primeiros seis meses do ano ante 5,86 bilhões de reais em igual período de 2010.

Os saques totalizaram no período 4,9 bilhões de reais, o que representou um aumento de 17% na comparação com o primeiro semestre do ano passado. Segundo o ministério, o principal motivo para os saques é a demissão sem justa causa, que representa mais de 62% das retiradas do fundo. Os dados mostram que, no primeiro semestre, mais de 9,4 milhões de trabalhadores realizaram o saque dentro dessa modalidade, retirando do fundo cerca de 8,5 bilhões de reais, um aumento de 17% ante igual período do ano passado.

Os saques do FGTS por aposentadoria, no período, cresceram 26% se comparado ao mesmo período de 2010. Foram sacados 1,9 bilhão de reais, por 2,4 milhões de aposentados.

Minha Casa, Minha Vida –  O Ministério do Trabalho informou ainda que, no primeiro semestre deste ano, o FGTS liberou 1,998 bilhão de reais para o Programa Minha Casa, Minha Vida. Com esse valor, segundo o ministério, serão contratadas cerca de 122 mil unidades de moradia.

Os números foram apresentados pelo ministro Carlos Lupi, durante reunião do Conselho Curador do FGTS. Segundo os dados apresentados, a maior liberação do fundo, dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida, foi para a Região Sudeste, com 732,3 milhões de reais; seguida do Sul, com 521,3 milhões de reais; o Nordeste, com 422,8 milhões de reais; e o Centro-Oeste, com 277,4 milhões de reais. A Região Norte ficou com 92,2 milhões de reais das liberações.

Em nota divulgada nesta terça-feira, o Ministério do Trabalho informa que, nos primeiros seis meses do ano, foram contratados mais de 13,5 bilhões de reais para as áreas de Habitação Popular, Habitação-Operações Especiais, Infraestrutura Urbana, Saneamento Básico e Fundo de Arrendamento Residencial. "Do orçamento de contratações de 2011, com valor de 34,9 bilhões de reais, quase 62% já foi demandado pelos agentes financeiros, sendo a maior parte dele (23 bilhões de reais) para habitação popular", diz a nota do ministério.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AINDA DESAPARECIDA
Servidora pública do TRE/MS continua desaparecida e familiares pedem ajuda
PESQUISA NO MS
Reinaldo abre 14% e chega com 57% dos votos válidos em nova pesquisa no MS
BRIGA INTERNA EM PLENA CAMPANHA
Conselho de Ética do PDT pede 'cabeça' de Odilon por apoio a Bolsonaro
BONITO - MS - OBRAS E MELHORIAS
BONITO: Agesul e prefeitura concluem revitalização de mais de 70 KM da estrada vicinal da La Lima
ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE
Bolsonaro lidera em 4 regiões; Haddad está na frente no Nordeste, VEJA OS GRÁFICOS
LUTO NA TV
Aos 78 anos, morre o jornalista Gil Gomes
TRAGÉDIA
Menina de 2 anos é atropelada na garagem de casa quando mãe dava ré no carro, em Campo Grande
APOIO À REINADO AZAMBUJA
Deputado do MDB reúne prefeitos, vereadores e lideranças de MS em apoio à Reinaldo Azambuja
BONITO - MS
Conhecimento e muita diversão marcaram o 7° Acampamento do Instituto Mirim Ambiental de Bonito
DESAPARECEU
Servidora pública com depressão desaparece e preocupa família