Menu
KAGIVA
domingo, 19 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

FAO alerta que a erradicação da peste bovina não significa fim da doença

29 Jun 2011 - 09h14Por Agência Brasil

A erradicação da peste bovina é apenas mais uma etapa do desafio de combate à doença, segundo o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Jacques Diouf. Segundo ele, o trabalho de prevenção das autoridades sanitárias deve ser mantido para evitar o retorno da doença, pois ainda há exemplares do vírus em alguns laboratórios do mundo.

Diouf lembrou que, desde 1994, a FAO coordena o Programa de Erradicação Global de Peste Bovina (Grep) com vários parceiros das Nações Unidas, governos e organizações regionais. “O sucesso do programa demonstra a importância do apoio político e financeiro para os serviços de veterinária, sensibilização da comunidade, cooperação regional e investigação”, disse.

O diretor-geral disse que o vírus da peste bovina “não circula entre os animais vivos”, mas ainda é mantido ativo em  laboratórios. "Devemos concentrar nossa atenção nas medidas que devem ser tomadas para garantir que este resultado seja sustentável com benefícios a gerações futuras”, acrescentou.

A peste bovina é uma doença viral contagiosa que afeta várias espécies de animais selvagens e domésticos, principalmente bois e búfalos. Mas, de acordo com especialistas, espécies de ovelhas e cabras podem apresentar sinais leves da contaminação, como dificuldades respiratórias. Em 1920, na Bélgica, um surto da doença que desencadeou uma ação internacional de combate à peste bovina.

Paralelamente, a FAO faz campanha para erradicação de outras doenças que atingem os animais, como a febre aftosa, a brucelose e a raiva. A febre aftosa é uma doença viral contagiosa que se caracteriza pela febre alta, surgimento de bolhas ao redor da boca, na língua e nas patas. A infecção pode ser fatal nos animais jovens.

A brucelose é uma doença bacteriana infecciosa que causa infertilidade e provoca aborto. Nas fêmeas, leva à redução da produção de leite. Também afeta as pessoas.

Já a raiva é uma doença viral de mamíferos domésticos e silvestres e pode afetar a produção agrícola. Em seres humanos, a infecção é transmitida, principalmente, pela mordida de cães contaminados. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADE - "SUSPIROS" DOS FÃS
Sem calcinha, Juju Salimeni compartilha foto ousada
MUNDO DOS FAMOSOS - NO AR -
Gusttavo Lima passa perrengue em vôo para Nova Iorque
OPORTUNIDADES NO MS
Governo de MS tem quatro concursos com 2,3 mil cargos ainda em 2018
NOVA FRENTE FRIA - VEJA A PREVISÃO
Nova frente fria chega a Mato Grosso do Sul e mínima será de 6ºC
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governador afirma que pavimentação asfáltica da MS-223 começa nos próximos dias em Costa Rica
INELEGÍVEL
Procuradoria pede impugnação de candidatura do Zeca do PT
BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POLÍTICA
Parecer do TRE-MS dá aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo
BONITO - MS - AÇÕES NO ÁGUAS DO MIRANDA
BONITO (MS): Obras realiza serviços de revitalização no distrito Águas do Miranda