Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 15 de novembro de 2018
KAGIVA
Busca

Exploração do pré-sal deve gerar mais de 2 milhões de empregos até 2020, prevê estudo

17 Ago 2011 - 13h43Por Agência Brasil

A exploração do petróleo da camada do pré-sal deve estimular o crescimento de vários setores da indústria, gerando mais de 2 milhões de empregos até 2020. A estimativa consta de estudo apresentado nesta segunda-feira (16) pelo diretor-geral da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Eloi Fernández e Fernández.

Fernández foi um dos participantes de um debate sobre o pré-sal promovido em São Paulo. Ele disse que a cadeia do petróleo e gás será a maior responsável pelos investimentos no Brasil até 2014.

Segundo Fernández, dos R$ 611 bilhões previstos em investimentos pela indústria para os próximos quatro anos, R$ 378 bilhões (62%) serão aplicados por empresas do setor. Esse valor vai representar metade dos investimentos em infraestrutura do país até 2014.

De acordo com ele, a maior parte desse investimento virá da Petrobras. A estatal anunciou um plano de US$ 270 bilhões (cerca de R$ 430 bilhões) até 2015 e a contratação de mais funcionários. Para Fernández, se o governo federal trabalhar para que outras empresas do setor de petróleo também ampliem seus quadros de pessoal, a geração de empregos passará de 2 milhões.

“O MDIC [Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior] precisa assumir o papel de coordenação. Se tudo correr bem, podemos gerar mais de 2 milhões de empregos”, disse Fernández. “Se não correr, teremos um crescimento de 500 mil vagas.”

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, também participou do debate e confirmou os planos da estatal. O governo federal, adiantou, prepara um plano de estímulo exclusivo à indústria de petróleo e gás para fortalecer o crescimento do setor no Brasil durante os próximos anos. “O país tem que desenvolver sua produção nacional.”

A diretora da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, disse que o órgão trabalha para o desenvolvimento da indústria nacional. A agência, segundo ela, exige de empresas do setor percentuais mínimos de utilização de produtos nacionais em suas operações e, com isso, colabora para a criação de vagas de trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A FAZENDA 10
A Fazenda 10: Rafael Ilha chora ajoelhado na frente das vacas, entenda o que aconteceu
FORA DA POLÍTICA
Procurador, Sérgio Harfouche nega candidatura e confirma desfiliação da política
NOVA NOVELA DA GLOBO
Ela viu o noivo usar a própria festa para se casar com outra, em nova novela da Globo
GOVERNADOR DO MS EM BRASÍLIA
Carta de governadores a Bolsonaro tem 4 propostas apresentadas por Reinaldo
CELEBRIDADES
Paula Fernandes tentou suicídio, faz triste desabafo e revela o motivo
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Confira o trabalho do seu vereador durante sessão ordinária da Câmara de Bonito (MS)
BONITO - MS - DURANTE SESSÃO
Na Tribuna, Vereador pede novos cursos para a UFMS de Bonito (MS)
FATALIDADE - QUE DÓ!!!
Cavalo morre eletrocutado ao passar por rua em obras
CAMPO GRANDE - CASO DE POLÍCIA
Consideradas desaparecidas, adolescentes são encontradas trancadas em quarto em bairro na Capital
MEIO AMBIENTE
Segue para 2° votação projeto que proíbe pesca do dourado em MS