Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 19 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC

Expectativa de vida aumenta na Europa, diz estudo

21 Mar 2011 - 15h36Por Reuters

A expectativa de vida na Europa está aumentando, apesar da epidemia da obesidade, segundo um estudo de tendências realizado ao longo dos últimos 40 anos. A pesquisa ainda destacou que as pessoas do Reino Unido vivem mais do que os norte-americanos.

Em um relatório publicado no "International Journal of Epidemiology", o especialista em saúde da população David Leon, da London School of Hygiene and Tropical Medicine, disse que os resultados contrariam a preocupação de que o crescimento da expectativa de vida pode estar perto do fim nos países ricos, por conta dos problemas de saúde causados pelos níveis de obesidade generalizada.

Eles também sugerem que simples fatores, como a riqueza de uma nação e quanto ela gasta em cuidados de saúde, não são necessariamente relacionados ao tempo de vida do seu povo.

Apesar de gastar mais com saúde do que qualquer outro país do mundo, a expectativa de vida nos Estados Unidos está no mesmo nível que a menor de qualquer país da Europa Ocidental --homens em Portugal e mulheres na Dinamarca, por exemplo-- e a taxa de longevidade entre as mulheres está aumentando a um ritmo muito mais lento do que na Europa Ocidental.

Em 2007, a expectativa de vida nos Estados Unidos foi de 78 anos, em comparação a 80 no Reino Unido, observou Leon.

"Esta simples observação mostra que o PIB e as despesas de saúde per capita não são bons indicadores da saúde da população nos países de alta renda", escreveu ele.

DECLÍNIO NA MORTALIDADE POR DOENÇAS CARDÍACAS

O relatório disse que uma das contribuições mais importantes para a tendência foi o declínio das mortes por doenças cardíacas.

As doenças cardiovasculares, que podem levar a ataques cardíacos, derrames e outros eventos fatais, são a principal causa de morte no mundo, matando cerca de 17,1 milhões de pessoas por ano, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

O relatório de Leon diz que as mortes por doença cardíaca no Reino Unido tiveram uma das maiores e mais rápidas quedas em comparação a qualquer país da Europa Ocidental, "em parte devido às melhorias dos tratamentos, assim como a redução do tabagismo e outros fatores de risco".

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - NOVA MESA DIRETORA
Câmara elege nova presidente e mesa diretora para 2019-2020 em Bonito (MS)
BONITO - MS - TERERÉS A POSTOS
Preparem o tereré, quarta e quinta terá máxima de 39°C com sensação de 42°C em Bonito
CASO MARIELLE
Caso Marielle: suspeito preso era ocupante do carro dos bandidos que mataram vereadora
TRAGÉDIA FAMILIAR
Criança de 2 anos se pendura em tanque de lavar roupas, cai e morre
OPORTUNIDADES
TCE abre 70 vagas em várias áreas para estagiários em MS
BANDIDAGEM - NÃO SOBRE NEM A IGREJA
Em MS, bandidos arrombam porta de Igreja e fogem com dinheiro das doações
FATALIDADE
Operador de máquina de 56 anos morre após acidente grave na Cohab
JARDIM - MS - OPERAÇÃO DA PRF E CIVIL
Grupo de Operações com Cães da PRF e Polícia Civil fazem 'arrastão' durante Operação em Jardim
GOVERNO DO ESTADO DO MS
Governo paga nesta terça-feira R$ 500 milhões em 13º para servidores
DEUS SALVOU BEBÊ E FAMÍLIA
Em MS, Carro capota e duas pessoas ficam feridas na BR-262; cadeirinha salva bebê