Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca
MS - Aftosa

Exército começa a traçar fiscalização na fronteira, mas sem operação

Por conta do segundo foco, confirmado no departamento de San Pedro, no Paraguai, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, visita o Estado na sexta-feira.

5 Jan 2012 - 08h44Por Campograndenews

A ação do Exército na região de fronteira de Mato Grosso do Sul contra o segundo foco de aftosa registrado no departamento de San Pedro, no Paraguai, a cerca de 150 quilômetros do Estado, não terá uma operação, como ocorreu com a Ágata 2 no mês de setembro.

Reunião no CMO (Comando Militar do Oeste) nesta quarta-feira, entre o comando militar e a secretária de Produção e Turismo do Estado, Tereza Cristina, iniciou como será traçada a estratégia de fiscalização na região para garantir que MS siga imune à doença.

“Passamos ao Exército nossas necessidades e eles vão começar a traçar os pontos de fiscalização, bem como qual será o número do efetivo militar. Outras reuniões serão realizadas”, explicou Cristina.

A região de fronteira com o Paraguai em Mato Grosso do Sul compreende Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas, Paranhos, Amambai, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol e Porto Murtinho.

Os militares devem fixar barreiras nestas cidades, porta de entrada em MS. São 650 quilômetros de fronteira seca, cerca de 6 mil produtores e 800 mil cabeças de gado na região.

Por conta do segundo foco, confirmado no departamento de San Pedro, no Paraguai, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, visita o Estado na sexta-feira.

Ele vai sobrevoar a região de Ponta Porã e, depois, no período da tarde, cumpre agenda na Governadoria em Campo Grande

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%