Menu
BANNER ANNA
sexta, 24 de janeiro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Ex-marido sequestra, agride e depois estupra mulher de 25 anos em Japorã

15 Mar 2011 - 11h43Por Campo Grande News

Uma indígena de 25 anos foi seqüestrada, agredida, estuprada e ameaçada de morte entre a noite de domingo e a tarde dessa segunda-feira, em Japorã, município que fica a 487 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai.

O autor dos crimes, um rapaz de 18 anos, ex-companheiro dela, foi preso em flagrante.

De acordo com relato da mulher à Polícia, ela estava na casa de uma tia na noite de domingo quando por volta das 23 horas o autor apareceu e sem que ninguém visse a levou para um matagal, sob ameaça de morte.

Armado com uma pequena faca, ele a manteve no local até por volta das 13 horas de ontem, onde a agrediu com socos e a estuprou.

Ela ficou com lesões no braço esquerdo, orelha esquerda e boca, a qual ficou inchada, e em seguida a violentou sexualmente.

A vítima teve a blusa que vestia retirada pelo autor com a faca. A roupa foi recolhida para análise. A arma não foi encontrada pela Polícia.

Um irmão da indígena, o qual é amigo do autor, sabia que ela estava sendo violentada e não avisou ninguém sobre o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

QUE COISA
Homem destrói Jeep de R$ 110 mil um dia após comprar carro em MS
MORTE A ESCLARECER
Homem é encontrado boiando no Rio Miranda em Jardim
TODO CUIDADO É POUCO
Escorpião sai de sacola de brinquedo e pica menina de três anos
CRIME CRUEL
Dona de casa e adolescente mataram e enterraram menina de 13 anos
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Pai e filha, moradores de Dourados, morrem em acidente no Paraná
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Ação do governo reduz níveis de turvamento das águas dos rios após chuvas em Bonito e região
ESTUPRO
Construtor estupra enteada de 12 anos após trancar esposa em cômodo de casa
PEDOFILIA
Polícia prende pedófilo após pai se passar pela criança em conversa no WhatsApp
PRESO
Suspeito de matar homem esfaqueado no pescoço é preso em Dourados
Júri
Acusado de matar com 15 facadas é condenado a 1 ano de prisão e multa