Menu
ASSOMASUL MARÇO
quarta, 24 de abril de 2019
mutantes
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO

Ex-marido sequestra, agride e depois estupra mulher de 25 anos em Japorã

15 Mar 2011 - 11h43Por Campo Grande News

Uma indígena de 25 anos foi seqüestrada, agredida, estuprada e ameaçada de morte entre a noite de domingo e a tarde dessa segunda-feira, em Japorã, município que fica a 487 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai.

O autor dos crimes, um rapaz de 18 anos, ex-companheiro dela, foi preso em flagrante.

De acordo com relato da mulher à Polícia, ela estava na casa de uma tia na noite de domingo quando por volta das 23 horas o autor apareceu e sem que ninguém visse a levou para um matagal, sob ameaça de morte.

Armado com uma pequena faca, ele a manteve no local até por volta das 13 horas de ontem, onde a agrediu com socos e a estuprou.

Ela ficou com lesões no braço esquerdo, orelha esquerda e boca, a qual ficou inchada, e em seguida a violentou sexualmente.

A vítima teve a blusa que vestia retirada pelo autor com a faca. A roupa foi recolhida para análise. A arma não foi encontrada pela Polícia.

Um irmão da indígena, o qual é amigo do autor, sabia que ela estava sendo violentada e não avisou ninguém sobre o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA - NOVAS ELEIÇÕES
TRE/MS volta atrás e diz que população escolherá em novas eleições o novo prefeito de Miranda
CIDADES
Dias Toffoli chama para conciliação com indígenas e revolta sitiantes
POLÍTICA
Deputado quer proibir sátira de imagens cristãs em manifestações de MS
COTIDIANO
Amigos lamentam falecimento de Rubens Catenacci, referência na pecuária brasileira
TURISMO
Boletim comparativo de alta temporada do ObservaturMS mostra crescimento no fluxo turístico
GERAL
MPT investiga demissão de funcionários da Mabel sem aviso prévio em MS
EDUCAÇÃO
Governo de MS divulga inscrições para Vale Universidade Indígena
MEIO AMBIENTE
Desmatamento prossegue em Rio Verde, mas com nova faixa de preservação
POLÍCIA
Traficante foge e abandona picape com mais de 800 kg de maconha
POLÍTICA
Prefeita de Miranda continua no comando até ser notificada de cassação