Menu
KAGIVA
quarta, 15 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Estado e Ministério do Trabalho e Emprego lançam ações para Bonito, Guia Lopes e Jar

16 Mai 2011 - 08h06Por A Crítica de Campo Grande

Hoje (16), às 14h, no auditório da Governadoria, o Governo do Estado e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) lançam ações de qualificação social e profissional em Mato Grosso do Sul. São ações do Plano Setorial de Qualificação (PlanSeQ Sucroalcooleiro) e do Plano Territorial de Qualificação(PlanteQ/MS). O evento conta com a presença do representante do Ministro do Trabalho e Emprego.

As ações de qualificação social e profissional são fundamentais para fazer frente aos novos desafios de crescimento econômico do Estado, principalmente por Mato Grosso do Sul viver um ciclo virtuoso de desenvolvimento, em face de suas políticas de incentivos e diversificação da base econômica, destacando-se como um dos principais Estados brasileiros na geração de empregos.

PlanSeQ Sucroalcooleiro

O Governo do Estado, por meio da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab), em conjunto com a Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), devido à expansão acelerada do setor sucroenergético identificaram e encaminharam ao MTE, as demandas de qualificação profissional, propondo o Plano Setorial de Qualificação – PlanSeQ Sucroalcooleiro, para atender 897 trabalhadores, a ser desenvolvido em 16 municípios do Estado, com um investimento de R$ 782.184,00.

O Plano tem como objetivo qualificar trabalhadores oriundos do setor sucroalcooleiro, como desempregados que buscam entrar ou retornar à cadeia produtiva da cana-de-açúcar ou empregados que perderão seus postos de trabalho, devido a mecanização da colheita e vão necessitar de qualificação para permanecer no setor.

Do total da meta, serão destinados 70% das vagas aos trabalhadores de empresas afetadas por processos de modernização tecnológica e outras formas de reestruturação produtiva; 30% para trabalhadores desempregados e 10% aos portadores de deficiência não impeditiva ao exercício da atividade laboral. No que se refere ao público desempregado, terão prioridade os trabalhadores cadastrados no Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda, por meio dos Centros Integrados de Atendimento ao Trabalhador (Ciats).

Serão atendidos 565 trabalhadores na área industrial e 330 na área agrícola, por meio de cursos de qualificação profissional, com uma carga horária de 200 horas/aula - sendo 40 horas destinadas a conteúdos de cidadania e 160 horas a conhecimentos específicos, cuja execução será de responsabilidade do Instituto de Ensino Afonso Linares Prado (Sealp), contratado pelo MTE para o desenvolvimento das ações em Mato Grosso  do Sul.

Serão contemplados os municípios de Batayporã, Brasilândia, Caarapó, Chapadão do Sul, Costa Rica, Deodápolis, Dourados, Ivinhema, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Navirai, Rio Brilhante, Sidrolândia, Sonora e Vicentina.

PlanteQ/ MS

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul mantém convênio com o MTE para desenvolver a Política Pública do Trabalho que compreende as ações de qualificação profissional, intermediação de mão-de-obra, seguro desemprego, trabalho e renda visando prestar atendimento aos trabalhadores e empregadores, fazendo a convergência entre a demanda e a oferta.

Assim o Plano Territorial de Qualificação (PlanteQ/MS) tem como objetivo promover a qualificação profissional aos trabalhadores acima de 16 anos, cujas demandas foram encaminhadas pelas Comissões Municipais e homologadas na Comissão Estadual de Emprego, sendo deliberado o atendimento a 16 municípios abrangendo as 9 sub-regiões do Estado, com uma meta de 825 trabalhadores.

Os cursos terão uma carga horária de 200 horas, sendo 40 horas destinadas a conteúdos de cidadania e 160 horas de conhecimentos específicos, atendendo aos setores da construção civil, beleza, alimentação, hotelaria e turismo, indústria, vestuário e serviços. Foram selecionadas para realizar a execução as entidades: Instituto Delta de Educação, Instituto de Ensino Afonso Linares Prado (Sealp) e Instituto Semear de Educação Profissional de Mato Grosso do Sul.

Os municípios contemplados são: Aquidauana, Miranda, Selvíria, Três Lagoas, Bonito, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Maracaju, Costa Rica, Ribas do Rio Pardo, Caarapó, Iguatemi, Batayporã, Ivinhema, Nova Andradina e Antonio João.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIDROLÂNDIA E MARACAJU
Com tecnologia de R$ 70 mil, produtor usa lavoura para apoiar Bolsonaro em Mato Grosso do Sul
BONITO - MS - MAIS ASFALTO EM RUAS
Asfalto está chegando na Rua das Esmeraldas, ela não estava incluída no projeto original em Bonito
MIRANDA - MS - INVESTIMENTOS DO GOVERNO DO MS
Governo do MS investe R$ 1,9 milhão na recuperação de ruas que estavam abandonadas em Miranda (MS)
BONITO - MS - LEVANTAMENTO DO FESTIVAL DE INV
BONITO (MS): Em levantamento, 84% do público que passou pelo Festival de Inverno eram do MS
CIDADES
Curso para Disseminadores da Educação Fiscal está com inscrições abertas
CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO ESTADO
Divulgado resultado final de Programa que concede recursos para eventos técnico-científicos em MS
BONITO - MS - ATENÇÃO A TODOS
Decreto proíbe entulho de construção em ruas e calçadas em Bonito (MS)
FATALIDADE
Pecuarista de 78 anos morre pisoteado por boi em curral
REFLEXOS INDESEJADOS
Quase metade dos presos de MS são ligados ao tráfico
50%
Caixa oferta 158 imóveis com descontos para venda no Estado