Menu
KAGIVA
sexta, 17 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Especialistas alertam para riscos de acidentes com fogos em festas juninas

27 Jun 2011 - 15h05Por Agência Brasil

De 2008 a abril deste ano, 1.382 pessoas em todo o Brasil foram internadas para tratamento de queimaduras provocadas por fogos de artifício, segundo dados do Ministério da Saúde. Durante as festas juninas de 2010, 168 pessoas foram internadas com queimaduras.

De acordo com a coordenadora da área técnica de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes da Secretaria de Vigilância em Saúde, Marta Silva, no período das festas juninas, os casos aumentam devido a práticas consideradas de risco, como soltar balões e fogos de artifício e montar fogueiras.

Entre 1996 e 2009, foram registradas em todo o país 122 mortes em decorrência de acidentes com fogos de artifício. Do total, 48 mortes (39%) ocorreram na Região Nordeste, onde a tradição de festas juninas é maior. Em seguida, vêm o Sudeste, com 41 mortes (34%), e o Sul, com 21 (17%). O Centro-Oeste e o Norte registraram, juntos, 12 mortes, que representam 10% das ocorrências.

De acordo com Marta Silva, os homens representam a maioria das internações e dos óbitos. “O ideal seria evitar a queima de fogos, mas, se for fazer, é preciso seguir as orientações do fabricante e tomar todos os cuidados preventivos”, orienta.

O chefe da Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), Mário Frattini, lembra que acidentes relacionados à queima de fogos de artifício podem gerar danos irreversíveis. “Além das queimaduras, as explosões podem causar mutilação de dedos, perda da visão e até mortes.”

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal alerta que a maioria dos casos de queimaduras em decorrência das tradições juninas poderia ser evitada com medidas simples de segurança. “Boa parte dos acidentes acontece por negligência das pessoas ao manusearem esses artefatos explosivos”, disse o major Fábio Ribeiro.

Para evitar os riscos, é preciso observar algumas medidas de segurança como verificar as instruções do fabricante, não segurar os fogos de artifício com as mãos e conferir o certificado de garantia do produto. Também é importante não consumir bebida alcoólica ao manusear fogos, não deixar crianças usarem esses produtos e não soltar os rojões perto do rosto.

Sobre as fogueiras, o major destaca que não se deve acendê-las com álcool líquido, para evitar explosões. Quem quiser orientações do Corpo de Bombeiros pode ligar para o telefone 193. “O ideal é isolar as fogueiras para que as crianças não se aproximem, pois elas se sentem atraídas pelo fogo.”

Os balões de São João também oferecem muitos perigos, pois podem cair acesos em florestas, residências e indústrias, causando acidentes graves. De acordo com a Lei de Crimes Ambientais (nº 9.065, de fevereiro de 1998) é crime soltar, fabricar, vender ou transportar balões “que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação”. A pena prevista varia de um a três anos de detenção e/ou pagamento de multa. Para denunciar a prática, as pessoas devem ligar para os números 193 (Corpo de Bombeiros) ou 190 (Polícia Militar).

Em caso de acidentes, se a queimadura for leve, quando a pele fica avermelhada ou com bolhas, deve-se lavar com água corrente, proteger com uma toalha limpa e procurar o médico o mais rápido possível. Marta Silva diz que não devem utilizados remédios caseiros e pomadas.

Queimaduras profundas, que arrancam a pele, não deve ser lavadas. A orientação é proteger o local machucado com uma toalha limpa e procurar imediatamente o serviço de saúde especializado.

O médico Mário Frattini explica que o uso de medicamentos caseiros pode infeccionar a lesão e dificultar o diagnóstico. Segundo ele, as técnicas de tratamento de queimados têm evoluído, mas alguns casos ainda podem deixar sequelas. “O tratamento de queimados é caro, doloroso e prolongado, e muitas vezes deixa sequelas. Por isso, prevenir é a melhor solução”, destaca o médico. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POLÍTICA
Parecer do TRE-MS dá aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo
BONITO - MS - AÇÕES NO ÁGUAS DO MIRANDA
BONITO (MS): Obras realiza serviços de revitalização no distrito Águas do Miranda
BONITO - MS
Almoço beneficente em prol do Instituto Visão de Vida acontecerá neste sábado em Bonito
CASO MAYARA
Acusado de matar a musicista Mayara Amaral diz que estava 'possuído'
ACIDENTE
Mulher é arremessada e morre em capotamento de veículo na BR-359
CIDADES
Mutirão vai analisar 11 mil processos de presos condenados em MS
DEFESA SANITÁRIA
Campanha de vacinação da febre aftosa atinge 99% de cobertura em MS
SAÚDE
Pesquisa indica que 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente