Menu
KAGIVA
quarta, 12 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Escolas municipais de Belo Horizonte terão detector de metal

20 Jun 2011 - 11h14Por Revista Veja/Informações Agência Estado

Um projeto de lei sancionado pelo prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), determina que escolas públicas da rede municipal da capital mineira com mais de 500 alunos tenham detectores de metais. A lei, publicada no último sábado no Diário Oficial, define que “o ingresso de toda e qualquer pessoa em estabelecimento de ensino da rede pública municipal, sem exceção, está condicionado à passagem por um detector de metais e à inspeção visual de seus pertences, quando identificada alguma irregularidade."

A medida, porém, não foi bem recebida por especialistas e educadores. De autoria do vereador e ex-policial militar Cabo Júlio (PMDB), o projeto de lei foi aprovado em maio deste ano sob o calor da comoção causada pelo massacre na escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo, Rio de Janeiro, no dia 7 de abril. Na maior tragédia ocorrida em uma instituição de ensino brasileira, 12 alunos foram mortos pelo ex-aluno Wellington Oliveira de Menezes, de 23 anos, que não encontrou dificuldades para entrar com duas armas na escola.

Para o doutor em Ciências Sociais e especialista em educação, Rudá Ricci, trata-se de uma ação midiática, que segue a tendência de se criar mecanismos de controle nas instituições de ensino. "É uma ação emergencial completamente catastrófica a longo prazo", disse Ricci, para quem medidas de cerceamento contribuem para a formação de gangues juvenis.

A presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais e Alunos (Confenapa), Iedyr Gelape Bambirra, considera a lei uma "cortina de fumaça". "É um gasto que não sei se surtirá qualquer efeito. Quando os alunos querem entrar com arma ou bebidas, basta jogar pelo muro. Não vai ser o detector que vai resolver", avaliou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governador Reinaldo Azambuja conclui MS-178 e entrega casas para 64 famílias em Bonito (MS)
ITAPORÃ - TRAGÉDIA EM FAMÍLIA
CRIME EM ITAPORÃ: Neto matou avó com duas facadas nas costas
BONITO - MS - CASO JOÃO DE DEUS
Bonito (MS) recebeu 'João de Deus' em 2008 e promotoria se coloca a disposição para denúncias
ITAPORÃ - CRIME EM FAMÍLIA
Menor mata a própria avó a facadas em Itaporã
CIDADES
Servidores do MPMS poderão trabalhar de casa a partir do próximo ano
TRANSPORTES
Definida empresa que irá elaborar Plano Diretor de Passageiros de MS
ATENÇÃO A TODOS
Jovem lutadora russa morre eletrocutada após queda de iPhone no banho
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Atenção contribuinte: Sistema autorizador da NF-e valida novos códigos a partir de 2019
EDUCAÇÃO
Universidade abre 1.481 vagas para portadores de diploma
CIDADES
Operação que tem Aécio como alvo cumpre mandados em MS