Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 17 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Esacheu confirma filiação e diz que Giroto deve cumprir rito para ser candidato

3 Out 2011 - 13h01Por Midiamax

O Presidente Regional do PMDB, Esacheu Nascimento, confirmou ao Midiamax que o deputado federal Edson Giroto (PR) vai se filiar ao PMDB.

Escudeiro e afilhado político do governador, Giroto, por estratégia de Puccinelli, deixou a sigla em 2010 para concorrer à Câmara Federal pelo PR.

Esacheu diz que a filiação decorre, naturalmente, da vontade do governador, que tem sua força no partido, mas ressalva que a volta de Giroto não é pacífica. "Há outras pré-candidaturas colocadas e o estaduto do PMDB prevê prévias. Além disso, conforme Esacheu, qualquer filiado pode apresentar chapa e disputar a convenção".

Esacheu diz que a filiação está definida, mas a candidatura só em abril ou maio de 2012. Será preciso compor com as outras forças partidárias. Até o momento, o vice-prefeito Edil Albuquerque, o deputado Marun e o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, Paulo Siufi, que postulam concorrer à sucessão de Nelsinho Trad, não comentaram o retorno de Giroto ao PMDB.

2012

Esacheu, que está percorrendo o Estado  para fortalecer os quadros do partido para a disputa do pleito de 2012, destacou que o partido está convocando os novos filiados para cursos de gestão pública, patrocinados pela Fundação Ulisses Guimães.

O objetivo, segundo ele, é melhorar a qualidade da representação política. Até o final do ano, dois mil peemedebistas terão concluído cursos ministrados neste ano.

2014

Esacheu reforça que toda essa estratégia, a partir de Campo Grande, tem como objetivo manter o comando do Estado nas mãos do PMDB em 2014. Sobre os rumores de eventual acordo entre o governador Puccinelli para apoiar o senador petista Delcídio Amaral, ao governo em 2014, Esacheu diz que isso não tem procedência alguma e não teria cabimento.

"Não teria sentido algum. O PMDB tem quadros excelentes para a disputa, como o prefeito Nelsinho Trad, a vice-governadora Simone Tebet e o senador Waldemir Moka".

Segundo ele, se for renovada a aliança nacional com o PT, o que pode é ser discutido regionalmente a extensão dessa parceria. Ele ressalva que as diferenças regionais dificultam muito, mas ao PT, eventualmente, caberia no máximo indicar o candidato a vice-governador, pois o PMDB detém o comando e não vai abrir mão de ser cabeça de chapa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AINDA DESAPARECIDA
Servidora pública do TRE/MS continua desaparecida e familiares pedem ajuda
PESQUISA NO MS
Reinaldo abre 14% e chega com 57% dos votos válidos em nova pesquisa no MS
BRIGA INTERNA EM PLENA CAMPANHA
Conselho de Ética do PDT pede 'cabeça' de Odilon por apoio a Bolsonaro
BONITO - MS - OBRAS E MELHORIAS
BONITO: Agesul e prefeitura concluem revitalização de mais de 70 KM da estrada vicinal da La Lima
ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE
Bolsonaro lidera em 4 regiões; Haddad está na frente no Nordeste, VEJA OS GRÁFICOS
LUTO NA TV
Aos 78 anos, morre o jornalista Gil Gomes
TRAGÉDIA
Menina de 2 anos é atropelada na garagem de casa quando mãe dava ré no carro, em Campo Grande
APOIO À REINADO AZAMBUJA
Deputado do MDB reúne prefeitos, vereadores e lideranças de MS em apoio à Reinaldo Azambuja
BONITO - MS
Conhecimento e muita diversão marcaram o 7° Acampamento do Instituto Mirim Ambiental de Bonito
DESAPARECEU
Servidora pública com depressão desaparece e preocupa família