Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Empresários brasileiros fecham US$ 79 milhões em negócios com países sul-americanos

30 Ago 2011 - 13h14Por Agência Brasil

Em uma semana de visita a países da América do Sul, em busca de negócios bilaterais, empresários brasileiros fecharam US$ 78,7 milhões em acordos comerciais imediatos e para os próximos 12 meses. Em visita a três países, o intercâmbio rendeu um volume 77 % maior que os US$ 44 milhões acordados no ano passado.

As vendas da missão empresarial brasileira já haviam ultrapassado o montante do ano passado nas negociações fechadas com os dois primeiros países visitados, a Colômbia e o Peru. A última etapa foi finalizada nesta segunda-feira (29), no Chile. Ao todo, 43 empresários dos segmentos de máquinas e tecnologias, casa e construção, moda e saúde participaram das negociações.

Segundo o coordenador de Imagem e Acesso aos Mercados da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Ricardo Santana, o fim da rodada de negócios não significa o fim dos trabalhos. "Estamos bem satisfeitos com o resultado positivo, que superou nossas expectativas. No entanto, o trabalho não é só passar pelo país e voltar ao Brasil. Agora, vamos selecionar os principais contatos para levá-los ao Brasil. Terminamos a missão, mas o trabalho continua para a manutenção dos negócios" disse à Agência Brasil.

Ele ainda destacou que, durante as rodadas de negócios aos países sul-americanos, as missões comerciais foram “extremamente positivas”, tendo alcançado os três objetivos principais: consolidar a dinâmica bilateral do comércio existente, iniciar o intercâmbio comercial de novos produtos e superar o volume negociado no ano passado. “As negociações estão sendo extremamente positivas. Os produtos brasileiros são muito bem recebidos”, informou.

Segundo Santana, outra vitória da missão comercial foi a consolidação das exportações de produtos com alto grau de valor agregado e tecnologia. “Ficamos satisfeitos em saber que empresas brasileiras estão fazendo o diferencial, com a venda de produtos de alto valor agregado e ricos em tecnologia, como máquinas e equipamentos.”

A América do Sul é o terceiro destino das exportações brasileiras. Dos US$ 202 bilhões exportados pelo Brasil em 2010, 18,4% (US$ 37,2 bilhões) foram para os países sul-americanos. Do total, cerca de 60% são produtos de maior valor agregado. Entre os principais embarques externos, estão automóveis e ônibus, peças para veículos, máquinas e equipamentos, aparelhos de telefonia e produtos farmacêuticos.

A missão empresarial brasileira à América do Sul foi organizada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Apex-Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%