Menu
segunda, 16 de setembro de 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Empresário que matou arquiteta em CG é condenado a 20 anos de prisão

3 Mar 2011 - 17h43Por Midiamax

 O empresário Luiz Afonso Andrade, 42, foi condenado a 20 anos de prisão por matar a arquiteta Eliane Nogueira, 39, sua ex-mulher, ano passado, em Campo Grande. A sentença foi lida agora no Tribunal de Júri, presidido pelo juiz Aluizio Pereira.

Andrade foi sentenciado por desaparecimento de cadáver e homicídio triplamente qualificado.

Após matar a ex, com quem viveu por dois anos e havia se separado três dias antes do crime, ele pôs o corpo dela no carro e queimou numa rua de pouco movimento do bairro Tiradentes.

O crime foi tido como triplamente qualificado por essas razões: o homem tinha ciúmes da mulher, matou-a e queimou o carro com corpo dentro.

Parentes da vítima disseram que já aguardavam a pena para o empresário, mas que isso “não traria a arquiteta de volta”.

O advogado Ivan Lacerda, um dos defensores do empresário, disse não ter concordado com alguns "termos citados no julgamento", e que vai recorrer da sentença.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO
Dono de bar estupra empregada doméstica por dívida de R$100, paga fiança e é liberado
BODOQUENA - QUEIMADAS
Fogo atinge fazenda e avança em direção à área urbana em Bodoquena
REGRAS
Novas regras para tirar a CNH entram em vigor nesta segunda-feira
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É CRIME! DENUNCIE!
EM BONITO: marido ameaça matar mulher a facadas por suspeitar que ela tenha amante em igreja
FURTO
Homem tem caminhonete furtada em Bonito; ladrão bate e abandona veículo
Achado de cadáver
Pescador encontra corpo em avançado estado de decomposição em rio de MS
MULTA SALGADA
PMA autua em R$ 750 mil traficante de papagaios preso pela Polícia Militar
MARACAJU - DOF EM AÇÃO
Veículo com cigarros e pneus contrabandeados do PY é apreendido pelo DOF em Maracaju
SEM CORAÇÃO
Em MS, Ladrões invadem fazenda, abatem vaca prenha e deixam bezerro morto
ACIDENTE FATAL NO MS
Carro sai da pista, capota e mata homem de 60 anos na rodovia