Menu
BONITO CÂMARA OUTUBRO 2019
sexta, 18 de outubro de 2019
BANNER ANNA
Busca
ZAP INFORMÁTICA

Embraer já discute a produção de trem-bala no Brasil

12 Mar 2011 - 18h04Por Folha.com

 Terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo, a Embraer começou a discutir a produção de trens de alta velocidade no Brasil, informa reportagem de Dimmi Amora para a Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

No início de março, a empresa convidou Iñaki Barron, diretor de alta velocidade da UIC (Organização Mundial de Ferrovias), para falar sobre o tema em sua fábrica em São José dos Campos (SP).

Os temas discutidos no encontro ficaram em torno do avanço do mercado de trens-bala sobre a aviação regional, principal mercado da Embraer, e absorção da tecnologia de produção de trens de alta velocidade pelo país

A Embraer informou por meio da assessoria de imprensa que não tem estudos sobre o tema e que é normal chamar especialistas para dar palestras a seus funcionários. Durante o encontro, não se falou em participação da empresa no leilão da primeira linha do país (Campinas-SP-RJ), previsto para abril deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO DE POLÍCIA
Em MS, Idoso leva enxadada no rosto após briga com 'lobisomem'
ASSUSTADOR
Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição em MS, Veja Fotos
AGENTE PENITENCIÁRIOS
Agepen publica quadro de vagas para lotação de novos agentes penitenciários, Confira a lista
NAS ESCOLAS DO MS
Lei obriga escolas estaduais a hastearem bandeira e cantar hino toda semana em MS
BONITO - MS - ATENÇÃO ZUMBEIROS
Aula de Zumba no CMU vai abordar a Campanha Outubro Rosa em Bonito (MS)
ENEM
Cartões com os locais de prova do Enem já estão disponíveis
TRIPLO HOMICÍDIO
Arma usada para matar 3 moradores de Guia Lopes da Laguna é apreendida
AMEAÇA
Em Bonito homem vê ex-mulher conversando com amigo e ameaça: vou tirar o bebê de você
A 50 KM DE BONITO
Enquanto dormia: mulher é espancada e esfaqueada por marido, em Jardim
DINHEIRO FALSO
CUIDADO: comerciante de Bonito procura polícia após receber dinheiro falso de cliente