Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 18 de setembro de 2018
KAGIVA
Busca
MS - Política

Em reunião com Puccinelli, bancada do PMDB decide manter apoio a Dilma

Na pauta da reunião, a relação do partido com o Governo Federal após a crise com a saída de Flávio Britto da superintendência da Funasa

9 Fev 2012 - 08h33Por Campograndenews

O governador André Puccinelli (PMDB) se reuniu com a bancada de seu partido por mais de uma hora na manhã desta quarta-feira (8), em Brasília. Na pauta da reunião, a relação do partido com o Governo Federal após a crise com a saída de Flávio Britto da superintendência da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em Mato Grosso do Sul.

Após a reunião, que durou mais de uma hora, os peemedebistas decidiram manter o apoio a presidenta Dilma Rousseff (PT), baseando-se na coalizão nacional entre os partidos. Com a decisão, o PMDB do Estado vai continuar sintonizado com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), votando separado apenas em questões íntimas, como em casos onde envolver religião ou convicção mais íntima.

O coordenador da bancada federal do Estado, deputado Geraldo Resende (PMDB), explica que durante a reunião, com a participação do senador Waldemir Moka e dos deputados Fábio Trad, Edson Giroto e Marçal Filho, ficou decidido que será de responsabilidade do governador a condução da interlocução do partido com o Governo Federal.

O deputado Fábio Trad afirmou que a reunião não abordou a troca de cargos. Segundo Trad, Puccinelli solicitou auxílio dos parlamentares do PMDB e pediu a manutenção do empenho pra conseguir a liberação de recursos para o Estado. Entre as recomendações estão a defesa de uma redistribuição do FPE (Fundo de Participação dos Estados) e empenho para que nenhum recurso seja perdido.

A polêmica e suposto racha entre os partidos começou no dia 20 de janeiro, data da publicação da nomeação de Pedro Teruel (PT) na Funasa, no lugar de Flávio Britto, indicado pelo PMDB. O líder da bancada federal do Estado, deputado Geraldo Resende (PMDB), declarou que a indicação foi uma bofetada no PMDB de Mato Grosso do Sul e prometeu resposta. Já o senador Delcídio Amaral (PT) minimizou a briga e afirmou que se tratava de uma questão pessoal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISAS DA NATUREZA
Indiano flagra serpente vomitando cobra do seu tamanho em imagem surpreendente
OPORTUNIDADE - CAMPO GRANDE - MS
Grupo Oi abre 100 vagas para início imediato em Campo Grande
BONITO - MS - VISITA NO GABINETE
Prefeito recebe atletas que participaram dos JEMS e JOJUMS em Bonito (MS)
BONITO - MS - PARA LOCAÇÃO TAMBÉM
BONITO (MS): Chegou a mais nova sensação do momento à Virtual Play carrinho simulador montanha russa
AÇÕES CONTRA O TRÁFICO DE DROGAS
Jardim (MS) na lista do Gaeco em operação contra o tráfico de drogas, ao todo foram 25 em 4 cidades
BONITO - MS - MODERNIDADE NO TRÂNSITO
Semáforos começam ser instalados em Bonito (MS)
MEDULA ÓSSEA
MS tem 2° maior cadastro de doadores de medula
CRUELDADE - POLÍCIA
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
R$ 10 MILHÕES
Multa máxima à MSVia não ultrapassa 3,5% da receita anual
PREFEITURA EM MS - OPORTUNIDADES
Prefeitura abre concurso público com mais de 300 vagas e salários de até R$ 6 mil em MS