Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
quarta, 20 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Durante o fim de semana, mais de 263 mil correspondências ficaram paradas no Estado

19 Set 2011 - 16h16Por Correio do Estado

Desde quarta-feira (14) funcionários dos Correios de Mato Grosso do Sul aderiram à paralisação nacional. Em três dias de greve, 263 mil correspondências já estavam paradas. O movimento continuará por tempo indeterminado, até agora não há nenhuma proposta da empresa e hoje a direção nacional, em Brasília, ordenou que o ponto dos funcionários em greve fosse cortado.

“Nós só faremos assembleia mediante proposta da empresa. Queremos resolver isso logo, porque a distribuição está comprometida”, afirma o secretário geral do sindicato dos servidores dos Correios, Alexandre Takachi de Sá. Dentre todos os setores, são os carteiros que mais aderiram à greve, 31% deles estão parados em todo o Estado. Somando todos os setores, 13% dos funcionários dos Correios estão parados. Sendo que hoje os municípios de Sete Quedas e Iguatemi também aderiram ao movimento.

Porém, coforme informou a assessoria, sábado e domingo alguns carteiros fizeram hora extra e o número de correspondências paradas deve ter diminuído. A diretoria nacional afirma que só fará contraproposta quando os funcionários voltarem ao trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança