AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 12 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
KAGIVA
12 de Maio de 2011 11h19

Dupla sertaneja é presa acusada de furtar joalherias em SP

Terra

A dupla sertaneja Dudu di Valença e Rodrigo foi presa em flagrante na tarde de terça-feira, em Ibitinga, a 360 km de São Paulo, acusados de furtar joalherias em pelo menos oito cidades do interior do Estado. A prisão dos irmãos Altair Leles Parreiro (Rodrigo) e Altemir Cândido Parreiro (Dudu di Valença) ocorreu por volta das 17h30, segundo a Polícia Civil.

De acordo com a polícia, a dupla repetia a mesma atuação em todos os furtos. Vestidos com roupas caras e de marcas, um dos músicos distraía o vendedor e realizava o furto, enquanto o outro aguardava com o carro ligado do lado de fora. A polícia suspeita que a venda das joias furtadas sustentasse a carreira da dupla, muito conhecida no Estado de Goiás.

De acordo com o investigador da Polícia Civil de Ibitinga Marcos Roberto Vasconcelos, que foi quem abordou Altemir na saída de uma joalheira, nem ele e nem o irmão resistiram à prisão. "Ao ser abordado Altemir Cândido Parreiro (Dudu di Valença), encontramos no bolso da calça (dele) um anel avaliado em R$ 3 mil que tinha sido furtado na joalheria da cidade", disse. O investigador relata ainda que foram encontradas diversas outras joias com Altair, provavelmente também produto de furtos em outras cidades. As joias encontradas foram avaliadas em R$ 15 mil.

A Polícia Civil afirma que a dupla agia havia algum tempo em diversas cidades do interior, tendo sempre joalherias como alvo. Os trajes e aparência dos irmãos não levantavam suspeitas. "Uma das vítimas conseguiu filmar a ação da dupla, nós repassamos as imagens para diversos donos de joalherias aqui em Ibitinga. Após mais uma ação, eles foram identificados por outra vítima, que chamou a polícia, e pudemos prendê-los em flagrante", explica o investigador.

Os irmãos paranaenses foram detidos e levados ao plantão da polícia, onde o delegado Carlos Roberto Ocon de Oliveira ratificou a prisão em flagrante e autorizou a condução dos dois para penitenciária de Araraquara. A dupla irá responder pelo crime de furto.

Comentários
Veja Também
dothshop
Últimas Notícias
  
ANUNCIE AQUI
TASS_300
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.