Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
quarta, 20 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
UNIPAR_PC

Dores reumáticas afetam jovens, o mito do mal da idade ficou para trás

1 Set 2011 - 14h16Por Campo Grande News

Dores nas articulações, joelhos, costas e mãos, um sintoma que não tem mais escolhido idade. As doenças reumáticas deixaram de ser privilégio dos mais velhos e tem aumentado o número de incidência em pacientes jovens. Sobre o assunto começou hoje e vai até dia 3 de setembro, a XXI Jornada Brasileira de Reumatologia - 18ª edição no Centro-Oeste e a primeira na Capital.

Durante três dias devem passar pelo Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, mais de 800 profissionais de todo país. Uma troca de experiências, conhecimento e atualização para levar até os pacientes uma equalização no diagnóstico e tratamento.

Como principal sintoma de mais de 200 doenças que se enquadram no reumatismo, a dor pode estar relacionada ao modo de vida, ritmo de trabalho e também a alimentação, elas podem ser ainda infecciosas, degenerativas e imuno-genéticas.

O médico reumatologista e presidente da Jornada Centro-Oeste, Izaías Pereira da Costa explica que as degenerativas estão ligadas ao grupo social.

“Depende muito do meio, vamos colocar um trabalhador rural que passou a vida submetida de sol a sol com serviço braçal, ele vai ter lesões muito mais cedo do que alguém que trabalhe em escritório, por exemplo,” diz.

Izaías Pereira ainda ressalta que podem ter casos imuno-genéticos, mas que o ambiente tem um peso fundamental. “Ficar sentado muitas horas na mesma posição errada sobrecarrega o tendão, ombros, braços. Isso também é marcante”, comenta.

O carro chefe da Jornada é “Infecção e Auto-Imunidade” vai estudar como as doenças infecciosas afetam a imunidade e até confundem o diagnóstico. “Às vezes leishmaniose, hepatite C, HIV são tratadas como se fossem reumatismos porque se confundem no diagnóstico”, fala.

A Jornada traz de inovação novos mecanismos para diagnosticar o lúpus e a artrite reumática. “O que tem de novo, o que saiu na medicina, a jornada é para isso, trazer para o estudo vários assuntos”, exemplificou Izaías.

A especialidade é considerada “nova” na Capital, começou a formar reumatologistas há 9 noves, pelo Hospital Universitário. “Agora já tem número significativo de profissionais, já era hora de Campo Grande receber pela primeira vez o evento”, conta.

Doenças - Além da dor nas articulações, os sintomas podem ser também vista embaçada, queda de cabelo e lesão na pele, fatores que dependem da faixa etária.

Na infância, o médico Izaías explica que pode aparecer como dor de crescimento e febre reumática, já na adolescente como artrite e na fase adulta, a osteoartrite. A médica residente Veruska de Oliveira ressalta a importância de se discutir o assunto, principalmente porque são doenças que quando o diagnóstico é precoce a pessoa pode levar uma vida normal.

“É uma jornada brasileira, é bom para atualizar, principalmente para nós acadêmicos que estão em formação. A reumatologia cresceu muito, como a média em geral de especialidades”, conta.

Programação - As palestras abordam temas como Atualização em Dor, Curso de Atualização em Laboratório, Curso de Aplicação Clínica da Ciência Básica e ainda palestra com Cees Kallenberg, da Universidade de Groningen, na Holanda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Justiça confirma proibição da venda de agrotóxicos no Mercado Livre
SEM DEFESA
Advogada ameaça suicídio e júri é suspenso com réu sem defesa em MS
SUPERLUA
Maior superlua em 2019: o fenômeno astronômico que ocorre nesta terça-feira
AGRICULTURA
Em MS, Iagro e SES enfrentam venda e uso irregular de agrotóxicos na agricultura
MÚSICA
João Carlos Martins passa por cirurgia para tratar dor e tem movimento da mão reduzido
CIDADES
'Ganhei um presente embalado', diz mãe de bebê que nasceu dentro da bolsa amniótica
POLÍTICA
Nelsinho Trad é eleito coordenador da bancada de MS em Brasília
POLÍCIA
Tarado que tentou estuprar mulheres é procurado em cidade de MS
BONITO INFORMA TV
Fórum Municipal de Cultura de Bonito convoca comunidade para reunião sobre 20º Festival de Inverno
SAÚDE
Projeto Roda-Hans/Carreta da Saúde está atendendo hoje em Bonito