Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 10 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca

DOF apreende 71 kg de maconha em pick-up rumo ao interior de SP

30 Mai 2011 - 09h28Por Campo Grande News

Na rodovia MS-164, em Ponta Porã (fronteira com o Paraguai), policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreenderam 71 kg de maconha em uma pick-up que iria para Bragança Paulista (SP). A apreensão foi feita às 23h da última sexta-feira e divulgada somente hoje pelo DOF.

Dividida em 64 tabletes, a droga estava escondida nas laterais da carroceria do Fiat Strada, com placas de Goiânia (GO).

Um VW Golf, com placas de Bragança Paulista, também foi parado. O condutor deveria servir como batedor, alertando para o caso de haver policiais no caminho.

Os condutores dos dois veículos, de 28 e 51 anos, disseram ter recebido os veículos em um posto de combustível em Pedro Juan Caballero (Paraguai). O entorpecente seria levado a Bragança Paulista.

Foram presos os dois condutores e encaminhados com drogas e veículos à Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADES NO MS
UFMS abre 74 vagas para professores substitutos com salário de até R$ 6 mil em 7 cidades do MS
VÍDEO - UFC - MARRETA
Assista ao nocaute de Thiago Marreta sobre Manuwa no UFC
DOURADOS - ASSALTO À IDOSA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
AÇÕES DA G.M DE BONITO
Guarda Municipal de Bonito prende condutor embriagado em flagrante
AÇÕES DA GUARDA MUNICIPAL DE BONITO
Menores são presos por estarem destruindo o patrimônio público em Bonito
CONCURSOS
EDITAL da Polícia Militar abre 120 vagas com salário de R$ 5.769,42
TECNOLOGIA - ANDROIDS
Estes 22 apps detonam a bateria de milhões de Androids; veja a lista
BONITO - MS - NO JAPÃO - MMA
Bonitenses Sidy Rocha e a Edna Trakinas lutam neste domingo em Tokyo no Japão
BONITO - MS - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governador entrega na terça-feira mais de R$ 36 milhões em obras em Bonito (MS)
DOR E TRISTEZA
Gabrielly começou a ser agredida por colegas após presentear professora, diz família