Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
quarta, 19 de junho de 2019
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO

Dilma diz que é preciso dar a produtores brasileiros condições de competir no mercado

17 Jun 2011 - 17h04Por Agência Brasil

Ao participar hoje (17) do lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2011-2012, que vai disponibilizar R$ 170 bilhões para a agricultura comercial, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que é preciso dar aos produtores rurais brasileiros as “mesmas armas” para competir com os produtores internacionais.

“Temos que assegurar ao setor agrícola financiamento adequado. Oitenta por centro dos R$ 107 bilhões do plano têm com juros até 6,75%. Isso significa juros próximos de zero, compatíveis com os do mercado internacional, significa dar aos nossos produtores as mesmas armas para competir”, disse Dilma, na cerimônia de lançamento do plano, em Ribeirão Preto, São Paulo.

Ao longo do discurso, a presidenta destacou a capacidade produtora do Brasil na área rural e disse que o país tem a característica de produzir com pouca redução de florestas. “Uma país que quer ser potência agrícola tem que ser também potência ambiental”, afirmou Dilma. Para ela, o Brasil é uma das poucas nações em condições de disputar em longo prazo a posição de fornecedora de alimentos para o mercado mundial.

A presidenta falou ainda sobre a redução da pobreza no Brasil e afirmou que é preciso fortalecer a classe média. “Quanto mais políticas sociais fizermos, mais teremos uma classe média forte, que é nosso objetivo. Precisamos ser, no mínimo um país de classe média e temos que reforçar a classe média existente”, disse.

O Plano Agrícola e Pecuário 2011-2012 vai destinar R$ 107,2 bilhões à agricultura empresarial. O valor é 7,2% maior do que os R$ 100 bilhões disponibilizados na safra que está se encerrando

Uma das novidades do plano é a criação de uma linha de crédito especial para a pecuária. “Vamos financiar, com grande ganho ambiental e econômico, o aumento das pastagens”, disse o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, ao anunciar a nova linha. Nela, produtores terão financiamento de até R$ 750 mil para a aquisição de reprodutores e matrizes de bovinos e búfalos. Para custeio, os pecuaristas terão o limite aumentado de R$ 275 mil para R$ 650 mil. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EM CIDADE DO MS - CRIME
Em MS, Marido mata mulher grávida com cinco tiros e é preso tentando cruzar fronteira
BONITO - MS - ESPORTE - FOTOS
Confira as FOTOS e Tabela da abertura do 3º Campeonato de Futsal e Copa Ouro em Bonito (MS)
BONITO - MS - FERIADÃO
Prefeitura terá ponto facultativo na próxima sexta-feira (21) em Bonito (MS)
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Câmara aprova 7 Indicações e 5 Requerimentos durante sessão ordinária em Bonito (MS)
BONITO - MS - POLÍTICA
PSD de Bonito (MS) tem nova presidente, com aval de Nelsinho
EM FAZENDA NO MS
Peça escapa e mata funcionário que consertava veículos em fazenda no MS
BONITO - MS - #POLÍCIA
Homem quebra medida protetiva e é preso pela Polícia Militar em Bonito (MS)
200 NOVOS AGENTES
Governo vai chamar 200 novos agentes penitenciários aprovados em concurso
ESPAÇO SAÚDE
Você tem alergia? Os cuidados devem ser redobrados no inverno!
BONITO - MS - SAÚDE INFORMA
Bonitense morto por H1N1 trabalhava em Bela Vista, vítima não foi internada em Bonito