Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 16 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Deputado Geraldo Resende quer inclusão de municípios fronteiriços de MS no Frontur

2 Set 2011 - 16h48Por MS Notícias/Assessoria

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS) quer incluir municípios sul-mato-grossenses da região de fronteira no Programa Turismo de Fronteiras (Frontur), do Ministério do Turismo. Para tanto, nos próximos dias, vai entrar em contato com municípios fronteiriços para articular a elaboração e cadastro de projetos que possam utilizar os recursos consignados no Programa.

“O objetivo do Frontur é fortalecer o turismo de curta distância e desenvolver essa atividade entre o Brasil e os países fronteiriços e, com isso, incentivar o desenvolvimento econômico, social e cultural dessa região. No nosso caso, do Brasil e do Paraguai”, salienta o deputado Geraldo Resende.

A portaria que criou o Frontur foi publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira (30) e tem como meta incrementar o fluxo de turistas entre os países vizinhos ao Brasil, auxiliar a preparação dos estados fronteiriços para os megaeventos de 2014 e 2016, fortalecer a formatação de roteiros turísticos integrados e aprimorar os sistemas de informações e de atendimentos dos portões de entrada.

Além disso, o programa propõe o aperfeiçoamento dos mecanismos de coleta e tratamento de dados estatísticos, como o fluxo de turistas entre os países. “Mato Grosso do Sul possui um potencial muito grande para o desenvolvimento do turismo. Além da região de Bonito, Jardim e Bodoquena, há muitas riquezas a serem exploradas turisticamente nos municípios da fronteira”, salienta o deputado Geraldo Resende.

O ministro do turismo, Pedro Novais, afirma a necessidade de dinamizar, ordenar e estimular o fluxo de turistas com os países vizinhos. “A América do Sul é um mercado importante para o turismo brasileiro. O debate de propostas e soluções para eliminar os entraves fronteiriços é fundamental para o desenvolvimento da região”, ressaltou.

Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina estão entre os Estados contemplados pelo programa.

Embora neste semestre, a proposta do Ministério do Turismo seja concentrar as ações do Frontur nos Estados de Mato Grosso, Amazonas, Peru e Amapá, o deputado Geraldo Resende disse que os municípios sul-mato-grossenses já poderão ir elaborando os projetos e regularizando documentos para adiantar a parte técnica e burocrática.

Fronteiras brasileiras

O Brasil faz fronteira ao longo de 15,7 mil quilômetros, que compreendem 11 estados do País e 588 municípios. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), 80% do turismo internacional é realizado entre países próximos ou que compartilham limites geográficos.

No Brasil, a entrada de turistas por meio das fronteiras representa 39% do movimento turístico. Na França, mais de 70% dos visitantes são de países fronteiriços, enquanto no México, mais de 80%.

Os viajantes da América do Sul são os que mais apreciam destinos brasileiros: em 2010, foram 2.384.186 visitantes. No mesmo período, os europeus somaram 1.614.864 e os viajantes da América do Norte, 734.998.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Com fim da hegemonia da TV, internet pode ser decisiva nestas eleições
POLÍTICA
TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro
BONITO - MS - ATENÇÃO MÃES
Dia 'D' contra poliomielite e sarampo será neste sábado em Bonito (MS)
MEIO AMBIENTE - JARDIM E BONITO
A condenação do rio da Prata, essencial para a biodiversidade em Jardim e Bonito (MS)
LOTERIA
Sul-mato-grossense ganha R$ 1 milhão na loteria da Caixa
STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais