Menu
KAGIVA
domingo, 18 de novembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
Capital

Denunciado por assédio, médico recebe nova punição do CRM

Desta vez, a censura pública ao profissional foi por indisciplina

16 Nov 2011 - 10h15Por campograndenews

Denunciado por atos libidinosos, o médico Wilson Roberto Cardoso Farias recebeu nova punição do CRM (Conselho Regional de Medicina). Desta vez, a censura pública foi por indisciplina.

De acordo com o advogado do conselho, André Borges, o profissional deixou de prestar esclarecimentos ao CRM e não preencheu prontuário médico.

No ano passado, Wilson Roberto foi punido com censura pública pelo CRM por assédio sexual a pacientes em Campo Grande. Ele também teve o registro suspenso por 30 dias, mas recorreu à justiça federal, que cancelou a suspensão.

As pacientes denunciaram que o médico, que é obstetra e ginecologista, praticava atos libidinosos durante a consulta.

À época da primeira punição, o médico trabalha no posto de saúde do bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande. A punição com censura pública tem efeito moral, mas não cassa o registro profissional

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - FESTIVAL DA GUAVIRA
Prefeitura vai licitar a realização do 15º Festival da Guavira em Bonito (MS)
BONITO - MS - NA TRIBUNA
Lúcia Miranda quer demarcação oficial da Avenida Matheus Muller em Bonito (MS)
ALCOOLISMO
Em MS, jovem de 21 anos passa horas consumindo bebida alcoólica e morre
BONITO - MS - ACADEMIA AO AR LIVRE
Já licitada, Prefeitura vai instalar duas novas academias ao ar livre em Bonito (MS)
CAMPO GRANDE - MUITA CHUVA
Chuva forte deixa trechos alagados e trânsito tumultuado em Campo Grande
BONITO - MS - NOVO COORDENADOR
Odilson nomeia novo coordenador da Defesa Civil de Bonito (MS)
BONITO - MS - REINAUGURAÇÃO
OKA Pisos e Acabamentos reinaugura hoje às 19h, OKA de cara nova em BONITO (MS)
BONITO - MS - REVITALIZAÇÃO
Prefeitura revitaliza iluminação da Praça da Liberdade e do CMU em Bonito (MS)
A FAZENDA 10
A Fazenda 10: Rafael Ilha chora ajoelhado na frente das vacas, entenda o que aconteceu
FORA DA POLÍTICA
Procurador, Sérgio Harfouche nega candidatura e confirma desfiliação da política