Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Demitidos do frigorífico Mafrig têm futuro incerto em Porto Murtinho

2 Jun 2011 - 08h50Por Midiamax

Os trabalhadores demitidos pelo Frigorífico Marfrig, em Porto Murtinho, estão apreensivos com o futuro de suas famílias e com o pagamento das dívidas que contraíram quando empregados.

A unidade fechou as portas cinco anos depois inaugurada, com um custo de construção da planta de R$ 50 milhões, mais a expectativa de geração de 400 empregos diretos e cerca de 2.000 indiretos. Mas desde o último dia 11 de maio, 300 trabalhadores foram demitidos e a imensa pecuária local ficou sem infra-estrutura de abate nas proximidades. O comércio local se ressente da queda nas vendas.

Ao mesmo tempo em que fechou a unidade de Porto Murtinho, o Mafrig anunciou um lucro de R$ 25,2 milhões de reais no primeiro trimestre deste ano, com um lucro operacional de R$ 5.252 bilhões no período. Antes do fechamento e das demissões, o frigorífico lançou no mercado uma oferta de títulos com vencimento em sete anos, no valor total de US$ 750 milhões, através da Marfrig Holdings Europe.

Empresa responsabilizou baixa cotação do dólar e preço do boi

Oficialmente, a empresa divulgou nota de esclarecimento afirmando que "as demissões e férias coletivas concedidas em sua unidade industrial Porto Murtinho (MS) são parte de um plano de medidas momentâneas e absolutamente necessárias para a manutenção da estabilidade financeira daquela operação, não representando a intenção da Companhia de encerrar completamente as atividades industriais da mesma".

No entanto, a planta está parada e os 300 funcionários receberam seus direitos trabalhistas. O governo estadual tentou reverter a situação, por intermédio da secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa (Produção), mas não obteve êxito.

Em 2009, quando o frigorífico parou suas atividades por nove meses, o próprio governador André Puccinelli participou de negociações para a retomada da produção, com abatimento no ICMS de 4% par 2%. Também não adiantou.

Com o Mafrig e o Independência, dois grandes frigoríficos encerram atividades no estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo de Reinaldo Azambuja interliga por estradas o Pantanal secularmente isolado
IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS