Menu
KAGIVA
sexta, 19 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
Delcídio em Bonito

Delcídio recebe abaixo-assinado com pedido dos taxistas

2 Abr 2011 - 17h53Por Boni Miranda - Bonito Informa

Os taxistas de Bonito entregaram neste sábado (2) ao senador Delcídio do Amaral durante a visita realizada á cidade para assinatura do convênio entre a prefeitura do município e a Petrobrás, um abaixo-assinado no qual pedem a revisão do decreto estadual n. 9234, de 12 de novembro de 1998, assinado pelo então governador Wilson Barbosa Martins.

De acordo com o documento, o decreto impede que os taxistas do interior se desloquem fora dos seus municípios, inclusive para a capital, Campo Grande.

O pedido entregue ao senador menciona ainda que taxistas de Bonito já foram presos e tiveram seus veículos multados ou apreendidos. A fiscalização é feita pela Agepan.

O documento é finalizado com a frase: “Queremos ter o direito de ir e vir” e é assinado por 11 taxistas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%