Menu
KAGIVA
sexta, 21 de setembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Defesa civil fez mais de 50 atendimentos ontem em Dourados após forte chuva

29 Mar 2011 - 13h02Por Campo Grande News

A Defesa Civil fez 50 atendimentos após a forte chuva ontem em Dourados. Os bairros mais atingidos foram o Jardim Pantanal, Canaã I, Estrela Hory e João Paulo II.

Nestes locais, em algumas casas, a água atingiu até um metro de altura. As famílias foram retiradas e ficaram abrigadas em casas de amigos até às 22h. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, João Vicente Chencarek, pelo menos dez famílias tiveram que deixar as suas casas.

Durante uma hora a precipitação chegou a 70 milímetros em alguns bairros. “Nunca choveu tanto em tão pouco tempo em Dourados. Chamamos a Defesa Civil e determinamos um levantamento completo nos bairros e atendimento aos moradores”, afirmou o prefeito Murilo Zauih (DEM).

O prefeito determinou que a Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos) faça a limpeza das bocas de lobo e tubulações do sistema de captação de água pluvial na área central.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VAMOS AJUDAR
Churrasco beneficente em prol Hospital acontece dia 30 em Bonito (MS)
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
BONITO - MS - VISITA NO GABINETE
BONITO: Odilson recebe alunos que participam do Programa Agrinho, modalidade Experiência Pedagógica
BONITO - MS - REIVINDICAÇÃO ATENDIDA
Lúcia Miranda tem reivindicação atendida pela prefeitura com instalação de semáforo em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018
Odilon perde para Reinaldo e vai ter que fazer propaganda para tucano em rede social
OPERAÇÃO VOSTOK
Polaco presta depoimento na Operação Vostok e nega contato com Reinaldo Azambuja
ELEIÇÕES 2018 -
Justiça indefere registro candidatura de João Grandão e mais 9 candidatos em MS
ESPORTES
Inscrições para Jogos Radicais Urbanos terminam nesta quinta
LIGA DOS CAMPEÕES 2019
Lateral de MS marca e garante empate do Shakhtar Donetsk na estreia
FALSO POLICIAL
Falso policial condenado a 117 anos é preso na Bolívia