Menu
KAGIVA
tera, 19 de junho de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Defesa Civil de MS monitora seis municípios atingidos pelas chuvas

4 Mar 2011 - 15h51Por MS Notícias

Seis municípios e dois distritos de Mato Grosso do Sul estão em constante alerta da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) que monitora a situação das fortes chuvas e cheias nos rios que colocam em risco principalmente famílias ribeirinhas. De acordo com o coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz Elias, a situação de Aquidauana é considerada a mais grave atualmente no Estado. O município tem o maior número de desabrigados e desalojados e o rio continua acima do nível devido ao grande volume de chuvas dos últimos dias.

Conforme relatório da Defesa Civil Municipal de Aquidauana, encaminhado para a Coordenadoria Estadual, a última aferição do nível do Rio Aquidauana, realizada às 10h20 desta sexta-feira (4), deu conta de que o rio está com 9,55 metros. Também de acordo com o relatório, o município já tem cerca de 30 famílias desabrigadas e outras 24 desalojadas que estão em casas de parentes. A Defesa Civil municipal informa que os números já podem ser maiores, visto que aproximadamente 12 equipes do Corpo de Bombeiros, prefeitura e exército trabalham neste momento na remoção das famílias que estão em locais de risco.

Segundo o coordenador Estadual de Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz Elias, o relatório encaminhado para a coordenadoria do Estado aponta que 15 famílias estão ocupando o espaço do ginásio poliesportivo de Aquidauana, seis estão abrigadas no salão paroquial (número atualizado pela Defesa Civil do município), três na escola Cândido Mariano e outras seis na Igreja Presbiteriana da cidade. As 30 famílias desabrigadas somam pelo menos 200 pessoas, conforme enumera o coronel Ociel. O coordenador da Defesa Civil aponta que as famílias desabrigadas são provenientes dos bairros Guanandy, região do Pirizal e da colônia de pescadores, que também fica próxima ao Rio Aquidauana.

 Outras regiões

Também devido à cheia do Rio Aquidauana, a Defesa Civil Estadual monitora a situação dos moradores do distrito de Palmeiras. Segundo o coronel Ociel Ortiz, a Defesa Civil da região apontou que 50 famílias precisavam ser removidas de suas residências, por isso a Cedec encaminhou quatro bombeiros de Aquidauana para auxiliar nos trabalhos de remoção no distrito e as famílias já foram levadas para uma escola municipal da localidade.

De Anastácio a Defesa Civil Estadual também recebeu informações de desabrigados e desalojados e de problemas verificados na área rural e danos em pontes do município. O mesmo acontece em Dois Irmãos do Buriti e no distrito de Cachoeirão, cujo informe encaminhado para a Cedec aponta pelo menos sete famílias desabrigadas por causa das chuvas.

Já na cidade de Miranda, o trabalho que o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil realizam, orientados pela Coordenadoria Estadual, é o de prevenção neste momento. De acordo com o coronel Ociel, naquele município o rio está com 6,82 metros e seis famílias ribeirinhas já foram removidas de suas casas como medida preventiva.

No município de Coxim também estão sendo realizados trabalhos de remoção das famílias próximas ao curso do rio. Conforme o coordenador da Cedec, 20 famílias desabrigadas foram encaminhadas para o salão paroquial da Igreja São José e para o ginásio municipal. O Rio Coxim registra nível de 5,08 metros. De Camapuã a informação que chega à Coordenadoria Estadual de Defesa Civil é de estragos verificados em estradas e pontes.

Segundo o coronel Ociel, a Cedec prossegue auxiliando o trabalho de socorro nos municípios e também contribui na confecção dos relatórios necessários para que seja efetivado o decreto que declara situação de emergência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - ENTREGA DE CERTIFICADOS
Prefeito entrega certificados de curso de bombeiro hidráulico em Bonito (MS)
BONITO - MS - NO CLIMA DA COPA
Prefeitura terá horário especial em dias de jogos da seleção em Bonito (MS)
EDUCAÇÃO
Ministério da Educação divulga nesta segunda-feira o resultado do Sisu
FCO
Mato Grosso do Sul bate recorde na contratação do FCO em cinco meses de 2018
TEMPO E TEMPERATURA
Frio diminui e semana começa sem previsão de chuva em MS
ECONOMIA
Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia
ESPORTES
Brasil não é mais o Deus soberano do futebol, afirma Silvio Luiz
AÇÕES GERALDO RESENDE
Geraldo integra comitiva de Reinaldo em Anaurilândia, Amambai e Batayporã
MS - CONCURSO CHEGANDO
Edital de concurso com 1,5 mil vagas para Educação deve ser finaliza essa semana pelo governo do MS
PREVISÃO DO TEMPO
Frente fria deixa MS e temperatura sobe aos poucos durante a semana, Confira a previsão