Menu
KAGIVA
tera, 21 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
EM SETEMBRO

Custo da construção civil sobe 0,43% em Mato Grosso do Sul

9 Out 2017 - 07h01Por DA REDAÇÃO

Índice Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi) fechou em 0,43% no mês de setembro em Mato Grosso do Sul, taxa superior à registrada no mês anterior (0,14%). De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que calcula o índice em parceria com a Caixa Econômica Federal, o indicador acumulado no ano foi de 3,73%. Já nos últimos doze meses, ficou em 3,81%. Com este resultado, o custo médio da construção civil no Estado ficou em R$ 1.055,09. Desse total, R$ 581,79 são relativos a material (55,14%) e R$ 473,30 a mão de obra (44,85%). 

No País, o Sinapi apresentou  variação de 0,27% em setembro, superior à taxa do mês anterior (0,23%). O indicador acumulado no ano foi de 2,98%. Já o acumulado nos últimos doze meses ficou em 4,25%, pouco acima dos 4,24% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2016, o índice foi 0,26%. 

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em agosto fechou em R$ 1.055,18, em setembro subiu para R$ 1.057,99, sendo R$ 539,52 relativos aos materiais e R$ 518,47 à mão de obra.

REGIONAL

Com alta na parcela dos materiais em quatro Estados, e com a variação captada na mão de obra no Estado do Pará, consequência de reajuste salarial de acordo coletivo, a Região Norte apresentou a maior variação regional em setembro, 0,66%.

Todas as regiões apresentaram taxas positivas: 0,39% (Nordeste), 0,10% (Sudeste), 0,19% (Sul) e 0,34% (Centro-Oeste). Os custos regionais, por metro quadrado, foram para: R$ 1.059,63 (Norte); R$ 982,83 (Nordeste); R$ 1.104,79 (Sudeste); R$ 1.100,68 (Sul) e R$ 1.061,59 (Centro-Oeste).

Vinte das 27 unidades da Federação apresentaram variação positiva no índice da construção civil na passagem de agosto para setembro,  segundo o IBGE. A mais elevada variação mensal (1,47%) foi registrada no Pará, decorrente de pressão exercida pelo reajuste salarial do acordo coletivo no Estado.(DA)

Deixe seu Comentário

Leia Também

AVIAÇÃO
Empresa encerra atuação e voos entre Campo Grande e Assunção são extintos
OPORTUNIDADES
Concursos oferecem mais de 600 vagas com salários de até R$ 11,9 mil no Estado
OPORTUNIDADES
Concursos públicos oferecem 338 vagas com salários de até R$ 12,3 mil
OPORTUNIDADES
Inscrições para vagas com salários de até R$ 3,7 mil se enceram dia 24
CIDADES
Bolsa Família começa a pagar benefício com reajuste
MS
Operação da PF prende suspeitos de golpes via aplicativos de mensagens
POLÍTICA
Cartórios querem revisão dos valores cobrados pelos serviços em MS
GERAL
Inscrições abertas para voluntários músicos no CBMMS
CULTURA
Inscrições para oficinas gratuitas no Centro Cultural começam dia 17 de julho
TRÁFICO
PRF apreende maconha e crack que seriam levados de MS até SP por R$ 7 mil