Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 18 de setembro de 2018
KAGIVA
Busca
MS

Cursos de longa duração passam a fazer parte da metodologia do Senar/MS

30 Nov 2011 - 15h30Por Fonte: Portal MS

Cursos de longa duração passam a fazer parte da metodologia do Senar/MS a partir de 2012Crédito:  Nesta semana, o Serviço Nacional de Aprendizado Rural de Mato Grosso do Sul – Senar/MS, esteve em Brasília participando de um encontro com todos os Superintendentes Regionais da entidade para tratar dos programas que serão desenvolvidos em 2012. Destaque para o Programa de Formação de Empreendedores – FEM, FATECNA - Faculdade  CNA  e a parceria com o Ministério da Educação para levar o Pronatec, Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, para o campo.

Com objetivo de ser uma instituição de referência em educação profissional à comunidade rural, para 2012, o Senar/MS readequará sua metodologia de ensino, como já ocorre com os demais integrantes do Sistema S. O foco serão os cursos profissionalizantes de longa duração e implantação de mais capacitações à distância.

A novidade foi divulgada pelo superintendente do Senar/MS, Clodoaldo Martins Junior, que esteve presente na ocasião. “Já começamos a mudar o rumo da metodologia de trabalho. Antes, o foco eram os vários cursos com pouca carga horária. Agora entraremos em outro patamar, com capacitações de longa duração. O próximo ano experimentará uma nova realidade”, comemora.

Ele reforça que em 2011, aproximadamente 100 mil pessoas em todo Brasil receberam capacitação através dos cursos à distância, e a meta é aumentar este número em 2012.

Outra boa notícia é o Pronatec, que visa ampliar a oferta de vagas na Educação Profissional Brasileira. O programa busca expandir a rede federal e estadual de Educação Profissional e Tecnológica, e os cursos técnicos serão de formação inicial e continuada e terão carga horária mínima de 160 horas.

Além disso, O FEM é outro projeto que será implementado a partir do ano que vem. Com início na Bahia, será expandido nacionalmente e vai capacitar produtores rurais das cadeias produtivas: Bovinocultura de Leite, Ovinocaprinocultura, Silvicultura e Piscicultura.

De maneira prática, a formação tem como foco o lema “aprender a fazer fazendo”. As cadeias produtivas de Bovinocultura e Ovinocaprinocultura terão três módulos, correspondentes a três anos. Já Silvicultura e Piscicultura possuirão dois módulos.

Mas de acordo com Clodoaldo Martins, o carro chefe da instituição será a Faculdade de Tecnologia do Senar, que por enquanto, é chamada de FATECNA, e aguarda aprovação do Ministério da Educação. Ele diz que as atividades estão previstas para agosto de 2012, e que o primeiro curso será de Gestão Agropecuária, com três anos de duração - sendo  a primeira turma presencial em Brasília, e o restante à distância. Para mais informações, acesse: www.senarms.org.br.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDULA ÓSSEA
MS tem 2° maior cadastro de doadores de medula
CRUELDADE - POLÍCIA
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
R$ 10 MILHÕES
Multa máxima à MSVia não ultrapassa 3,5% da receita anual
PREFEITURA EM MS - OPORTUNIDADES
Prefeitura abre concurso público com mais de 300 vagas e salários de até R$ 6 mil em MS
ELEIÇÕES 2018
TRE-MS recebe 108 denúncias de infrações no período eleitoral
ELEIÇÕES 2018 - CANDIDATO AO GOVERNO DO MS
MPF manda Polícia Federal investigar Odilon de Oliveira, denunciado por crimes na 3ª Vara Federal
TECNOLOGIA
Anatel começa domingo bloqueio de celular irregular em MS e mais 11 estados
POLÍTICA
MPF reforça alerta sobre prisão por compra de voto e boca de urna
ENTRETENIMENTO
Dupla de MS projeta jogo inspirado em desenhos dos anos 1980
POLÍTICA
'Violência se combate com inteligência', diz Meirelles em visita a MS