Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 20 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Curso ensina famílias rurais a gerenciar o orçamento doméstico

14 Mar 2011 - 07h45Por Assessoria

Logo que inicia o mês, surgem as despesas e o valor total das contas para pagar acaba ultrapassando o que foi ganho no começo do mês. A situação é comum e pode ser observada em muitos lares brasileiros, onde o orçamento familiar não passou por um planejamento. Esse controle orçamentário doméstico é também uma preocupação que está presente no meio rural. Com o objetivo de levar conhecimento e melhorar o rendimento familiar, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS) oferece o curso "Família e Qualidade de Vida e Controle de Orçamento Familiar". O treinamento acontece dia 15 de março em Jardim e de 18 a 19 de março em São Gabriel do Oeste. 


O curso é gratuito, tem duração de 12h e além de levar ferramentas de controle orçamentário, irá tratar de temas como o relacionamento familiar, qualidade de vida, alimentação, trabalho, afetividade, a integridade da saúde, a importância do bom relacionamento, entre outras. O objetivo é também inserir a mulher na organização do orçamento familiar, favorecendo a qualidade de vida dos membros da família.

De acordo com a educadora do Senar/MS que irá ministrar o curso em São Gabriel do Oeste, Malvina Marta Arruda, o treinamento propõe o consumo consciente, levando a uma reflexão mais profunda sobre receitas e despesas familiares. “O aluno passa a ser uma pessoa mais reflexiva, mais consciente na maneira como utiliza o seu dinheiro. E a economia pode levar ao aumento no rendimento da família”, acrescentou.

Na disciplina de orçamento familiar, os alunos irão aprender a controlar o orçamento mensal e anual, a identificar a classificação da renda, os cuidados com gastos excessivos, as influências internas e externas e como minimizar os desperdícios e prejuízos. Dentre as dicas básicas, a educadora aconselha sempre a preparar com antecedência uma lista de compras antes de ir ao supermercado como forma de evitar os gastos desnecessários e não planejados.
 
Na próxima semana, de 15/03 a 18/03, o Senar/MS oferece no município de Angélica, o curso “Educação Ambiental no Campo”. Entre os dias 14 e 18 desse mês, na grade de pecuária, acontece o curso de doma racional, em Campo Grande. Todos os cursos oferecidos pelo Senar/MS são realizados em parceria com os Sindicatos Rurais municipais. As inscrições são gratuítas. Para se
inscrever, o interessado deverá ter no mínimo 18 anos e concluído o 5° ano do ensino fundamental.
 
Sobre o Senar

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) é uma instituição mantida pela classe patronal rural, vinculada à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Tem o objetivo de desenvolver ações educativas, que visam o desenvolvimento do homem rural como cidadão e como trabalhador, numa perspectiva de crescimento e bem-estar social.

O Senar está  presente em todos os municípios de Mato Grosso do Sul, atuando em parceria com os 68 sindicatos rurais e desenvolvendo iniciativas de educação, informação e conhecimento em agronegócio. O trabalho é desenvolvido a partir da missão de contribuir com o setor agropecuário, um dos mais importantes vetores da economia do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VACINAÇÃO ATÉ DIA 31
Após dia D, crianças podem ser vacinadas até 31 de agosto em Bonito (MS)
PROPAGANDA ANTECIPADA
Juiz rejeita recurso e mantém multa de R$ 31,5 mil a Odilon por uso de outdoors
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Em 4 anos, Governo Reinaldo entrega mais pontes de concreto do que em toda história do Estado do MS
BONITO - MS
Jogos Escolares 2018 terão início nesta segunda-feira, dia 20 em Bonito
EM MIRANDA - MS - CASO DE POLÍCIA
Donos de casa noturna são presos por estupro coletivo de adolescente em Miranda
STOCK CAR
Vítima atropelada na Stock Car Light permanece no CTI
TJMS
Tribunal de Justiça triplica valor do "auxílio saúde" para juízes e desembargadores
ECONOMIA
Tesouro pagou em julho R$ 602,43 milhões em dívidas de estados
EDUCAÇÃO
Começam hoje inscrições para bolsas remanescentes do ProUni
JUSTIÇA
Ministras do STF conclamam mulheres a buscar igualdade pelo voto