Menu
KAGIVA
segunda, 15 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Coronel feito refém ficou na chuva por 4 horas e avisou Polícia de cemitério

19 Mar 2011 - 11h15Por Campo Grande News

O coronel da reserva Roberto Francisco de Souza contou em entrevista ao Campo Grande News que foi obrigado a ficar na chuva por quatro horas durante o sequestro comandado por uma quadrilha especializada em roubo de caminhonetes. Quando foi libertado, Roberto avisou as autoridades a partir do telefone de um cemitério.

Na noite de ontem, Roberto estava na companhia de um amigo em um restaurante quando foi abordado por dois homens armados. Eles obrigaram Roberto e o amigo, além do dono do estabelecimento, a entrarem na caminhonete do coronel PM.

Os reféns foram levados para a saída de Rochedinho e obrigados a ficar na chuva por quatro horas. “Eles não nos vendaram, amordaçaram ou foram violentos em nenhum momento. Mas pediram para que não olhássemos para eles. Acredito que eles eram inexperientes, pois estavam nervosos”, relatou Roberto.

De acordo com a polícia, os sequestradores mantiveram Roberto e os outros dois homens reféns por quatro horas, tempo suficiente para que o veículo fosse levado para o Paraguai. o coronel se identificou como sendo da PM e, em determinado momento, pensou em reagir.

“Mas acabei desistindo”, conta, ao citar que um dos outros reféns era um senhor que toma remédio controlado e sofre de Mal de Parkinson. Por conta da debilidade física, ao serem libertos, o homem precisou se arrastar na lama.

Mesmo sem poder levantar a cabeça, Roberto viu um clarão próximo e imaginou ser a estrada. Ele estava a oito quilômetros da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), na saída para Rochedinho, e a 100 metros da estrada.

“Quando eles disseram que iam embora, corri até um cemitério, pedi um telefone e avisei a polícia”, disse o coronel.

Foram presos neste sábado Theomar Novas Monteiro, de 21 anos; Wilberson de Assis Ojeda, de 20 anos; Vantuir da Silva Nunes de Assis, de 34 anos; Naywasany Fernandes da Costa, de 20 anos, e uma adolescente de 16 anos.

Em um dos carros utilizados como apoio, a polícia encontrou maconha, cheques, cartões bancários, documentos e três armas de fogo, incluindo uma pistola. A caminhonete de Roberto foi localizada pela PRE (Polícia Rodoviária Estadual) próximo à Fazenda Itamarati, no sul do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESAPARECEU
Servidora pública com depressão desaparece e preocupa família
PESQUISA IBOPE PARA PRESIDENTE
IBOPE: Para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
BONITO - MS - RIO MIRANDA
Em Bonito, Rio Miranda volta ao nível normal e Defesa Civil monitora as regiões mais afetadas
MUNDO DA TV
Com paralisia, Liminha segue internado e sem previsão de alta
ENTRETENIMENTO
Na reta final de “Sol”, Remy descobrirá que é tio da Karola
ANIMAIS COM VONTADE DE VIVER
Cachorro com câncer anda em balão, toma sorvete e acampa
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Caravana da Saúde salvou e continuará salvando vidas, diz Reinaldo Azambuja
VENDAVAL NO MS
Vendaval destelha barracão e danifica máquinas agrícolas em fazenda
OPORTUNIDADES NO MS
Concursos em MS oferecem mais de 1,9 mil vagas e salários até R$ 8,6 mil
ELEIÇÕES 2018 - ARTICULAÇÕES
Odilon Jr. visitou Puccinelli na prisão antes de apoio do MDB