Menu
KAGIVA
quarta, 15 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Corinthians vence Palmeiras nos pênaltis e enfrenta o Santos na final do Paulistão

1 Mai 2011 - 19h07Por Folha.com

Depois de empate por 1 a 1 no tempo normal em jogo tenso, o Corinthians derrotou o Palmeiras nos pênaltis neste domingo, por 6 a 5, no estádio do Pacaembu, pela semifinal do Campeonato Paulista, e garantiu uma vaga na decisão do Estadual.

O erro de João Vitor nas penalidades foi fatal para o Palmeiras. Agora, o time alvinegro, que teve 100% de aproveitamento nas cobranças, vai encarar o Santos na final, em duas partidas. A equipe treinada por Muricy Ramalho bateu o São Paulo no sábado, por 2 a 0.

O primeiro tempo foi muito nervoso e de pouco futebol. O zagueiro Danilo foi expulso aos 23min do primeiro tempo por entrar forte em uma dividida com Liedson, que não recebeu nem mesmo o amarelo. O técnico Luiz Felipe Scolari também foi expulso na primeira etapa.

Depois do intervalo, as equipes decidiram jogar. Aos 7min, o zagueiro Thiago Amaro, que entrara no lugar de Valdivia, substituído por se contundir após dar o drible "chute no vácuo", abriu o placar de cabeça. Aos 17min, o atacante Willian, também de cabeça, deixou tudo igual.

O JOGO

A partida começou quente, como um clássico pede. Mas não como o torcedor gosta. Isso porque o contato físico e as faltas deram o tom no início. Com três minutos de jogo, Kleber já tinha um cartão amarelo por empurrar Leandro Castán.

Mas o Palmeiras percebeu que esse não era o jogo certo. Foi aí que apareceu Valdivia. Aos 10min, o chileno teve a primeira chance de gol quando chutou de fora da área, Júlio César espalmou e Luan não conseguiu aproveitar no rebote.

Três minutos depois, Valdivia arriscou novamente de fora da área e parou em mais uma defesa do goleiro corintiano. Mas tudo mudou a favor do Corinthians em dois lances. Primeiro, Valdivia deu o drible "chute no vácuo", sentiu a perna e pediu substituição --o zagueiro Leandro Amaro entrou em seu lugar.

Depois, Danilo entrou forte em uma dividida com Liedson e recebeu o cartão vermelho. O atacante corintiano não foi punido, apesar do pedido dos jogadores do Palmeiras. Pra piorar a situação, o técnico Luiz Felipe Scolari também foi expulso por reclamação.

O primeiro tempo terminou aí para a equipe alviverde, que não conseguiu mais incomodar Júlio César. Mesmo com um jogador a mais, o Corinthians também não criou grandes chances para abrir o placar. A bola não chegou a Liedson e Dentinho no ataque.

O Palmeiras voltou com mais vontade no segundo tempo e, mesmo em desvantagem numérica em campo, pressionou o adversário. Aos 6min, Marcos Assunção quase marcou em uma cobrança de falta, mas Júlio César evitou.

No escanteio, o time alviverde abriu o placar. O zagueiro Thiago Amaro subiu mais alto que a defesa adversária e cabeceou para as redes. Tite não demorou muito para mudar: colocou Ramirez e Willian nos lugares de Dentinho e Alessandro. Deu certo.

Jogadores disputam bola durante clássico entre Palmeiras e Corinthians, no estádio do Pacaembu

Aos 17min, Willian aproveitou escanteio e cabeceou após indecisão de Deola. Zagueiro palmeirense ainda tentou tirar em cima da linha, mas o árbitro confirmou o gol, que recolocou o time alvinegro na partida.

Mas faltou organização no meio de campo para criar. Foram poucas finalizações. Liedson estava sumido, assim como Bruno César, que acabou substituído por Morais. O Palmeiras chegou com Marcos Assunção, que acertou o travessão em uma cobrança de falta. Com o empate, o jogo foi para os pênaltis.

Kleber, Marcos Assunção, Márcio Araújo, Luan e Thiago Heleno fizeram para a equipe alviverde. João Vitor parou em Júlio César. Chicão, Willian, Fábio Santos, Leandro Castán, Morais e Ramírez marcaram e garantiram o Corinthians na final do Paulista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais
SAÚDE
CFM lança código de ética para estudantes de medicina
ECONOMIA
Empresários brasileiros buscam ampliar parcerias com o Paraguai
EDUCAÇÃO
Resolução libera curso Técnico de Hospedagem em polo de escola no interior do Estado
CULTURA
Publicado edital de seleção para artesãos participarem do Salão do Artesanato em São Paulo
BONITO - MS - PODAS ORNAMENTAIS
Empresas credenciadas poderão realizar podas ornamentais em Bonito (MS)