Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Corinthians vence o Grêmio de virada na estreia do Brasileiro

23 Mai 2011 - 09h15Por Folha.com

Liedson, que não fez uma boa reta final do Campeonato Paulista, quando o Corinthians perdeu a taça para o Santos, apareceu hoje e decidiu a favor do Corinthians com um pênalti sofrido e um gol. Assim, a equipe paulista venceu o Grêmio por 2 a 1, no estádio Olímpico, na largada do Campeonato Brasileiro.

Eliminadas precocemente da Libertadores, o maior objetivo da temporada das duas equipes até então, Grêmio e Corinthians depositam no Campeonato Brasileiro as últimas esperanças de título no ano.

Mas ambos os times começaram o torneio sem a força máxima. O Grêmio negocia a saída de Borges e espera a chegada do argentino Miralles, do Colo Colo, do Chile, que só poderá ser inscrito em 3 de agosto, quando será aberta a janela de transferências para jogadores vindos do exterior.

O time paulista também vive situação semelhante. Após perder o meia Bruno César e o atacante Dentinho, vendidos, o clube contratou o meia Alex, junto ao Spartak de Moscou, da Rússia. Outro que ainda não pode estrear é o atacante Adriano, que se recupera de uma lesão no tendão de Aquiles. Já o atacante Emerson, deve ser opção para o técnico Tite nos próximos jogos.

Mesmo longe do ideal, os donos da casa fizeram um bom primeiro tempo. Desde o início, o Grêmio pressionava a saída de bola corintiana com Leandro, Júnior Viçosa, Douglas, Lúcio e Adilson.

Mas o Grêmio pecava na hora de criar as jogadas, afunilando muito o jogo, facilitando o trabalho da retaguarda do Corinthians. Tanto que o time só teve duas oportunidades de gol na primeira etapa: em uma cobrança de escanteio em que Douglas quase marcou gol olímpico e em belo voleio de Júnior Viçosa, que subiu demais.

Na segunda etapa, a volúpia e a intensidade de marcação do Grêmio diminuíram. Com isso, estava claro que para sair gols, seria necessário aparecer a qualidade individual de algum atleta. E aconteceu aos 10min. Leandro arrancou desde a intermediária e foi derrubado na área do Corinthians, pênalti. Douglas cobrou e converteu: 1 a 0.

Se a individualidade fez com os gaúchos saíssem na frente, o Corinthians se aproveitou da mesma arma. E virou o jogo a partir da qualidade técnica de Liedson. Aos 17min, o camisa 9 alvinegro driblou Lúcio na área e foi derrubado. Chicão cobrou o pênalti e empatou.

Liedson decidiu aos 28min. Após desatenção da zaga gremista, ele acertou lindo voleio à queima-roupa, sem chances para Victor. Era a virada corintiana.

Depois do gol alvinegro, o Grêmio tentou o empate, mas esbarrava na forte retranca armada pelo Corinthians na frente da sua defesa. Restou ao time gaúcho encher a zaga paulista de bolas aéreas. Mas as tentativas não surtiram efeito.

Com isso, o Corinthians consegue seus três primeiros pontos e contra um adversário que dificilmente será batido quando atuar em seus domínios.

Agora, o Corinthians volta a campo no próximo domingo, quando receberá o Coritiba. Já o Grêmio vai visitar o Atlético-PR.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%