Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 15 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Contratos dos líbios com empresas brasileiras serão honrados, diz ministro

23 Ago 2011 - 18h03Por Agência Brasil

 O governo brasileiro obteve garantias do Conselho Nacional de Transição (CNT), controlado pela oposição na Líbia, de que, quando assumir a gestão temporária no país, serão mantidos os contratos com as empresas nacionais que atuam na região. Segundo o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, os “rebeldes” disseram que vão “honrar”os acordos firmados durante o regime do presidente Muammar Khadafi.

“Os contratos serão honrados. Não temos por que duvidar”, disse Patriota, ao lembrar que o embaixador do Brasil no Egito, Cesário Melantonio Neto, é o canal de articulação entre o governo brasileiro e os integrantes da oposição na Líbia. “Temos mantido contato [permanente] com o conselho”, acrescentou.

De acordo com Patriota, os interlocutores da oposição líbia disseram ter “muito apreço” pelo Brasil. Para o  chanceler, a mensagem  transmitida pela oposição ao Brasil é “positiva”. O recado foi enviado ao governo brasileiro após conversas mantidas entre os líderes da oposição e o o embaixador Melantonio Neto.

Dirigentes das empresas brasileiras que mantêm operações com a Líbia aguardam o desfecho da crise política no país e as perpectivas de normalização para redefinir sua atuação na região. As empreiteiras Odebrecht e Queiroz Galvão e a estatal Petrobras informaram, por meio de suas assessorias de imprensa, que acompanham a situação no país para definir ações futuras.

Vários projetos aguardam a definição da situação na Líbia. A Odebrecht, responsável pela construção de um aeroporto internacional na Líbia e do anel viário na capital, Trípoli, suspendeu as atividades em  fevereiro, quando eclodiram as manifestações contrárias ao governo Khadafi.

No mesmo período, a Queiroz Galvão, que tem projetos na área de saneamento, suspendeu as atividades e retirou seus funcionários do país. Na ocasião, o Itamaraty acompanhou a retirada dos brasileiros e informou que daria assistência às famílias para evitar dificuldades. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIDROLÂNDIA E MARACAJU
Com tecnologia de R$ 70 mil, produtor usa lavoura para apoiar Bolsonaro em Mato Grosso do Sul
BONITO - MS - MAIS ASFALTO EM RUAS
Asfalto está chegando na Rua das Esmeraldas, ela não estava incluída no projeto original em Bonito
MIRANDA - MS - INVESTIMENTOS DO GOVERNO DO MS
Governo do MS investe R$ 1,9 milhão na recuperação de ruas que estavam abandonadas em Miranda (MS)
BONITO - MS - LEVANTAMENTO DO FESTIVAL DE INV
BONITO (MS): Em levantamento, 84% do público que passou pelo Festival de Inverno eram do MS
CIDADES
Curso para Disseminadores da Educação Fiscal está com inscrições abertas
CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO ESTADO
Divulgado resultado final de Programa que concede recursos para eventos técnico-científicos em MS
BONITO - MS - ATENÇÃO A TODOS
Decreto proíbe entulho de construção em ruas e calçadas em Bonito (MS)
FATALIDADE
Pecuarista de 78 anos morre pisoteado por boi em curral
REFLEXOS INDESEJADOS
Quase metade dos presos de MS são ligados ao tráfico
50%
Caixa oferta 158 imóveis com descontos para venda no Estado