Menu
ASSOMASUL MARÇO
quarta, 24 de abril de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Consumidor da Capital pode economizar até 36% se pesquisar preços

12 Set 2011 - 09h01Por Correio do Estado

Mais saudável e de preparo mais rápido, a carne de peixe já é preferência de alguns consumidores há muito tempo. Nas peixarias e mercados da Capital, além do preço para atrair a clientela, uma parceria nacional com o Ministério da Pesca e da Aquicultura busca incentivar ainda mais o consumo de peixes entre 11 e 24 de setembro.

O Portal Correio do Estado foi pesquisar preços e a preferência do consumidor da Capital. O 'queridinho' do momento é o tambaqui, que tem o gosto parecido com o do pacu e custa até R$ 5 mais barato. “As vendas de peixe aumentaram muito, o pessoal fala que é mais barato e mais saboroso que a carne vermelha e quando chega para comprar já sabe o que quer. Cada época do ano vende de uma espécie, agora tem o tambaqui e o atum que estão tendo muita procura”, comenta o responsável pela peixaria do Extra, Gilmar Barbosa.

Um pouco de pesquisa e a economia reflete na mesa do consumidor. O filé de merluza, por exemplo, pode variar até 36% entre mercados e peixarias, custando R$ 9,90 em um local e R$ 13,50 o quilo em outro. A piraputanga é bastante saborosa, mas difícil de encontrar. Outro popular é o Dourado, que varia entre R$ 24 e R$ 27,50 o quilo. Entre peixes de mar e de rio, o preço não difere tanto, vai mais da preferência do consumidor. Na campanha do ministério, algumas dicas de compra são importantes:

Dicas de compra

O peixe fresco, por exemplo  deve possuir pele firme, bem aderida, úmida e sem a presença de manchas; os olhos devem ser brilhantes e salientes; as escamas devem ser unidas entre si, brilhantes e fortemente aderidas à pele; as guelras devem possuir cor que vai do rosa ao vermelho intenso, ser brilhantes e sem viscosidade; odor característico e não repugnante.

Quanto à conservação, após o descongelamento, os pescados só podem ser congelados novamente se cozidos e preparados. No congelamento caseiro, os peixes devem ser mantidos inteiros, mas sem as vísceras. Camarões e lagostas devem ser congelados sem cabeça. Nunca se deve congelar espécies diferentes num mesmo recipiente. Ao manusear o pescado, o vendedor deve utilizar luvas descartáveis e a higiene do local de venda deve ser observada como um todo. Os peixes são alimentos extremamente perecíveis e por isso é necessário tomar muito cuidado com seu manuseio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS tem saldo acumulado de 10.570 empregos com carteira assinada gerados no ano
POLÍCIA
Polícia Civil participa de operação nacional para cumprir mandados de prisão contra foragidos
POLÍTICA
Lama Asfáltica: 3ª Vara nega novo pedido para que ação vá para a Justiça Eleitoral
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira o maior prêmio deste ano
CIDADES
Com rios entupidos por vegetação ribeirinhos do Pantanal de MS são levados para médico de helicópter
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Confira o trabalho do seu vereador durante sessão ordinária da Câmara em Bonito (MS)
BONITO - MS - NA CÂMARA
Vereadores solicitam que antiga iluminação do CMU seja aproveitada em bairros de Bonito (MS)
EMPREGOS E CONCURSOS
Governo de MS divulga inscrições para pós-graduação em saúde pública
GERAL
Polícia Civil deflagra arrastão para capturar foragidos em MS
ESTELIONATO
Major morto em Bonito tem documentos falsificados e golpe pode chegar até R$ 50 mil por trio