Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 23 de janeiro de 2019
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC

Consumidor da Capital pode economizar até 36% se pesquisar preços

12 Set 2011 - 09h01Por Correio do Estado

Mais saudável e de preparo mais rápido, a carne de peixe já é preferência de alguns consumidores há muito tempo. Nas peixarias e mercados da Capital, além do preço para atrair a clientela, uma parceria nacional com o Ministério da Pesca e da Aquicultura busca incentivar ainda mais o consumo de peixes entre 11 e 24 de setembro.

O Portal Correio do Estado foi pesquisar preços e a preferência do consumidor da Capital. O 'queridinho' do momento é o tambaqui, que tem o gosto parecido com o do pacu e custa até R$ 5 mais barato. “As vendas de peixe aumentaram muito, o pessoal fala que é mais barato e mais saboroso que a carne vermelha e quando chega para comprar já sabe o que quer. Cada época do ano vende de uma espécie, agora tem o tambaqui e o atum que estão tendo muita procura”, comenta o responsável pela peixaria do Extra, Gilmar Barbosa.

Um pouco de pesquisa e a economia reflete na mesa do consumidor. O filé de merluza, por exemplo, pode variar até 36% entre mercados e peixarias, custando R$ 9,90 em um local e R$ 13,50 o quilo em outro. A piraputanga é bastante saborosa, mas difícil de encontrar. Outro popular é o Dourado, que varia entre R$ 24 e R$ 27,50 o quilo. Entre peixes de mar e de rio, o preço não difere tanto, vai mais da preferência do consumidor. Na campanha do ministério, algumas dicas de compra são importantes:

Dicas de compra

O peixe fresco, por exemplo  deve possuir pele firme, bem aderida, úmida e sem a presença de manchas; os olhos devem ser brilhantes e salientes; as escamas devem ser unidas entre si, brilhantes e fortemente aderidas à pele; as guelras devem possuir cor que vai do rosa ao vermelho intenso, ser brilhantes e sem viscosidade; odor característico e não repugnante.

Quanto à conservação, após o descongelamento, os pescados só podem ser congelados novamente se cozidos e preparados. No congelamento caseiro, os peixes devem ser mantidos inteiros, mas sem as vísceras. Camarões e lagostas devem ser congelados sem cabeça. Nunca se deve congelar espécies diferentes num mesmo recipiente. Ao manusear o pescado, o vendedor deve utilizar luvas descartáveis e a higiene do local de venda deve ser observada como um todo. Os peixes são alimentos extremamente perecíveis e por isso é necessário tomar muito cuidado com seu manuseio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EM MS
Lutador tem liberdade negada e Justiça marca 1ª audiência de madrasta que pisoteou bebê até a morte
AGENDA
Carreta da Justiça atende moradores de Paraíso das Águas até sexta-feira
POLÍCIA
Suspeito de 58 golpes, preso 'artista' volta a agir de dentro da cadeia
POLÍCIA
Em menos de uma semana PM apreende mais de uma tonelada de drogas e recupera 37 veículos
ENTRETENIMENTO
BBB19: Vanderson sai da casa para prestar depoimento e é desclassificado
ECONOMIA
Trocar ar-condicionado por ventilador rende economia de até 20% na conta
POLÍCIA
PM apreende mais de meia tonelada de maconha e recupera Civic furtado em Nioaque
EMPREGOS E CONCURSOS
Publicada relação de profissionais cadastrados para a função de professor temporário
CIDADES
Morre o ator Caio Junqueira, uma semana após acidente de carro no Aterro
BONITO - MS
Passeios em Bonito são finalistas de prêmio internacional de sustentabilidade