Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 20 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca
BONITO - MS - EDUCAÇÃO

Confira a relação com resultados da SEMEC sobre Avaliação de Aprendizagem em Bonito (MS)

Confira a relação com resultados da SEMEC sobre Avaliação de Aprendizagem em Bonito (MS)

9 Fev 2018 - 11h53Por BONITO INFORMA COM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) divulgou nesta semana o resultado da avaliação de aprendizagem referente à segunda etapa (segundo semestre) de 2017. As provas foram aplicadas em novembro do ano passado junto aos alunos dos terceiros anos do Ensino Fundamental para avaliar o desempenho em Língua Portuguesa e Matemática, tendo como base o currículo da Rede Municipal de Ensino.

Os índices obtidos são utilizados pela SEMEC para reorientação dos educadores e direcionamento de projetos e programas, visando sanar as dificuldades detectadas e suprimindo falhas na transmissão, assimilação e construção do conhecimento.

RESULTADO DA SEGUNDA ETAPA

A avaliação da Aprendizagem em Processo - etapa 2 foi elaborada pela equipe da SEMEC e aplicada nos dias 22 de outubro e 13, 14 e 17 de novembro (2017), abrangendo 17 turmas.

Na disciplina Língua Portuguesa 283 alunos realizaram a prova e 42 se ausentaram, enquanto na disciplina Matemática 300 alunos realizaram a prova e 25 alunos não compareceram.

Confira o desempenho dos alunos:

Em Língua Portuguesa:

  • Acima da média = 133 alunos (46,99%)

  • Na média = 27 alunos (9.54%)

  • Abaixo da média = 123 alunos (43.46%).

Em Matemática:

  • Acima da média foram 139 (46,33%)

  • Na média 40 alunos (13.33%)

  • Abaixo da média 121 alunos, o que corresponde (40.33%).

De acordo com a SEMEC, foi constatado nas duas disciplinas que uma parcela significativa dos alunos apresenta dificuldades de leitura, interpretação e resolução de cálculos básicos. Quando a questão envolve mais de uma operação matemática o percentual de dificuldade aumenta.

A avaliação contemplou também a produção de texto com no máximo 2,0 (dois pontos), acrescidos na nota da prova. Os dados obtidos apresentam–se dessa forma:

Produção de texto

NOTAS:

Zero = 103 alunos (36.39%)

0,5 = 93 (32.38%)

1,0 = 46 (16,25%)

1,5 = 24 (8.48%)

2,0 = 17 (6%)

O resultado foi considerado preocupante, abaixo do esperado, levando-se em conta que nesta etapa as habilidades em relação à escrita já devem estar desenvolvidas, com o aluno escrevendo, ordenando e organizando o próprio texto de acordo com as convenções da norma culta.

Os dados relacionados à avaliação de aprendizagem encontram-se disponíveis na Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AVALIAÇÃO

A cada dois anos o MEC (Ministério da Educação) mede a qualidade do ensino nessa etapa por intermédio da prova ANA (Avaliação Nacional da Alfabetização), a qual fornece informações sobre desempenho em leitura, matemática e em escrita. Os terceiros anos representam o final da etapa de alfabetização do Ensino Fundamental.

Para capacitar os professores que atuam nessas turmas a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) aderiu ao Programa Nacional da Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), do MEC, a fim de sanar gradativamente o déficit de aprendizagem das turmas.

As mesmas turmas serão acompanhadas no processo de aprendizagem nos anos seguintes até a realização da Prova Brasil em 2019, ocasião em que será divulgado o indicador do IDEB (Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico) do município. O objetivo central é refinar o diálogo em busca de estratégias/ações que possibilitem a melhoria da qualidade do ensino em consonância com os objetivos e as metas dos planos PNE (Nacional), PEE (Estadual) e PME (Municipal) de educação.

Embora o processo ainda esteja no início, a conclusão é de que os eixos de leitura e produção de textos apresentam um resultado distante do ideal. A média considerada na avaliação é a nota 6,0.

APROVAÇÃO E REPROVAÇÃO NA REDE MUNICIPAL

Encerraram o ano letivo no ano passado 323 alunos, sendo que 276 deles foram aprovados (85.4%) e 47 foram reprovados (14.6%), números que comparados com o resultados das avaliações aplicadas mostram uma grande diferença nos dados obtidos (uma inversão de números, se levada em conta a prova de elaboração de texto) - já que nas avaliações o índice foi insatisfatório - não justificando o alto índice de aprovações.

Diante da disparidade constatada nos resultados, a SEMEC, através do Departamento Técnico Pedagógico, realizará reuniões com os gestores das Instituições de Ensino para para repasse dos resultados obtidos, em busca de justificativas para os resultados de aprovação informados em cada Unidade, bem como para traçar estratégias para recuperação dessa defasagem apresentada.

A secretaria para 2018 aplicar avaliação do 3º ao 9º Ano para melhor detectar os déficits e fazer acompanhamento para melhorar desempenho das unidades de ensino da Rede Municipal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VACINAÇÃO ATÉ DIA 31
Após dia D, crianças podem ser vacinadas até 31 de agosto em Bonito (MS)
PROPAGANDA ANTECIPADA
Juiz rejeita recurso e mantém multa de R$ 31,5 mil a Odilon por uso de outdoors
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Em 4 anos, Governo Reinaldo entrega mais pontes de concreto do que em toda história do Estado do MS
BONITO - MS
Jogos Escolares 2018 terão início nesta segunda-feira, dia 20 em Bonito
EM MIRANDA - MS - CASO DE POLÍCIA
Donos de casa noturna são presos por estupro coletivo de adolescente em Miranda
STOCK CAR
Vítima atropelada na Stock Car Light permanece no CTI
TJMS
Tribunal de Justiça triplica valor do "auxílio saúde" para juízes e desembargadores
ECONOMIA
Tesouro pagou em julho R$ 602,43 milhões em dívidas de estados
EDUCAÇÃO
Começam hoje inscrições para bolsas remanescentes do ProUni
JUSTIÇA
Ministras do STF conclamam mulheres a buscar igualdade pelo voto